Meteorologia

  • 16 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Petrobras decide manter preço da gasolina no sábado após duas altas

Valor seguirá em R$ 2,2514 por litro, após dois aumentos seguidos desde esta quinta-feira

Petrobras decide manter preço da gasolina no sábado após duas altas
Notícias ao Minuto Brasil

21:34 - 14/09/18 por Folhapress

Economia COMBUSTÍVEIS

A Petrobras informou nesta sexta-feira (14) que deixará estável o preço médio da gasolina em suas refinarias no sábado (14), em R$ 2,2514 por litro, após realizar dois aumentos seguidos desde quinta-feira.

O valor do produto da estatal está em recorde nominal (sem considerar a inflação).

A manutenção do preço ocorre após a empresa ter adotado mecanismos de hedge para tentar conter a volatilidade das cotações do combustível no mercado interno.

Segundo plano anunciado na semana passada, o mecanismo permite que a empresa possa reduzir a frequência dos reajustes, podendo manter preços congelados nas refinarias por até 15 dias sem incorrer eventualmente em perdas, mesmo diante de oscilações no câmbio e no mercado global de gasolina, fatores que influenciam na definição da cotação do derivado de petróleo.

+ Dólar reverte alta e termina semana cotado a R$ 4,16

A informação sobre a manutenção do preço no sábado ocorre após o dólar cair nesta manhã, depois de ficar perto de R$ 4,20 no fechamento na véspera, nova máxima histórica, diante de preocupações com cenário eleitoral.

Os futuros da gasolina nos EUA, utilizados pela Petrobras em sua política de hedge, operavam em baixa de 0,6 por cento no início da tarde.

Os preços da gasolina nas refinarias da Petrobras acumulam agora alta de mais de 60 por cento desde que a companhia passou a adotar sua atual política de reajustes até diários das cotações, em meados do ano passado.

Já o diesel da Petrobras segue com o preço congelado nas refinarias em R$ 2,2964 por litro, em meio a um programa de subvenção do governo federal ao combustível, anunciado após paralisação dos caminhoneiros em maio disparada pelos protestos contra a alta nos preços. Com informações da Folhapress.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório