Meteorologia

  • 15 NOVEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Bolsa brasileira cai mais de 1% após dois pregões de recordes

O Ibovespa, principal índice acionário do país, caiu 1,04%, a 88.668 pontos

Bolsa brasileira cai mais de 1% após dois pregões de recordes
Notícias ao Minuto Brasil

21:33 - 06/11/18 por Folhapress

Economia MERCADO FINANCEIRO

A Bolsa brasileira recuou mais de 1% nesta terça-feira (6), pondo fim a uma sequência de altas que levou às máximas históricas, acima de 89 mil pontos. O dólar voltou a subir.

De pano de fundo para a realização de lucros, o mercado digeriu resultados de empresas no terceiro trimestre, uma sequência de sinais trocados nas declarações entre a equipe econômica e o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), e ainda um dia de mais cautela no exterior.

O Ibovespa, principal índice acionário do país, caiu 1,04%, a 88.668 pontos, após ter fechado acima dos 89 mil pontos na véspera. O giro financeiro foi de R$ 14,6 bilhões.

O mercado foi pressionado pela forte queda, ao redor de 3%, nas ações da Petrobras. A estatal divulgou lucro líquido de R$ 6,6 bilhões no terceiro trimestre, alta de 2.397% em comparação com igual período de 2017. Apesar do resultado, bancos consideraram que o desempenho operacional da companhia ficou abaixo do esperado.

O setor bancário, com forte peso no índice, também teve um dia negativo, ajudando a derrubar os mercado.

Analistas já esperavam uma realização de lucros após a sequência de altas. Foram 4 pregões consecutivos, com alta de mais de 6%, antes do movimento de venda de papéis.

+ Receita abre consulta ao 6º lote de restituição do IR nesta sexta-feira

Investidores também centraram atenções às falas de Bolsonaro e sua equipe econômica. Na noite de segunda-feira (5), o presidente falou em renegociação da dívida interna do governo, questionou o regime de capitalização da Previdência proposto por Paulo Guedes e criticou a metodologia do IBGE para o cálculo do desemprego no país, que segue padrões internacionais.

Já nesta terça, Paulo Guedes afirmou que fala sobre renegociação da dívida é um mal entendido, para tentar dissipar o ruído, enquanto afirmava que poderia haver uma prensa para o Congresso aprovar ainda neste ano a reforma da Previdência proposta pelo governo de Michel Temer.

No exterior, as Bolsas europeias caíram, enquanto as americanas registraram leve alta. Os ganhos foram controlados pela expectativa com a eleição legislativa de meio de mandato nos Estados Unidos, que pode tirar o controle da Câmara dos republicanos, o partido de Donald Trump.

Já o dólar voltou a subir e fechou a R$ 3,7590 (0,85%), no maior patamar desde 11 de outubro. Nesta terça, o real foi a segunda divisa emergente que mais perdeu valor ante o dólar, atrás apenas da lira turca e em um dia que foi majoritariamente positivo para emergentes. Com informações da Folhapress.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório