Meteorologia

  • 12 NOVEMBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Netflix tem recorde de assinante, mas receita cresce menos que esperado

As ações fecharam o dia com queda de 0,64%

Netflix tem recorde de assinante, mas receita cresce menos que esperado
Notícias ao Minuto Brasil

20:47 - 17/01/19 por Folhapress

Economia Números

A Netflix superou sua estimativa de crescimento e adicionou 8,8 milhões de assinantes ao serviço de streaming no último trimestre de 2018, um aumento de 33% em relação ao mesmo período do ano anterior, informou a companhia em relatório divulgado nesta quinta-feira (17).

O número esperado era de 7,6 milhões de pessoas.A grande parte de novos usuários veio de fora dos Estados Unidos (7,3 milhões), um crescimento de 42%. Em 2018, a empresa registrou 29 milhões de novos assinantes, contra 22 milhões em 2017.

As ações fecharam o dia com queda de 0,64%. Nas negociações posteriores ao fechamento do mercado, caíram 4%.

+ Ex-mulher de dono da Amazon pode ser a mulher mais rica do mundo

Para o primeiro trimestre de 2019, a empresa americana projeta 8,9 milhões de novos assinantes, 8% de crescimento no comparativo anual.

Esta semana, a Netflix anunciou que o serviço de streaming ficará mais caro nos Estados Unidos. O plano básico passará de cerca de US$ 11 para US$ 13. No Brasil, a assinatura segue com o mesmo valor.

"Mudamos os preços de tempo em tempo para continuar investimento em bom entretenimento e melhorando a experiência da Netflix", disse em relatório financeiro.

No ano passado, a companhia elevou os preços no Canadá, na Argentina e no Japão.

Para garantir a manutenção de clientes e novas assinaturas, a Netflix aposta em conteúdos originais. Em breve, terá concorrentes de streaming como WarnerMedia, da AT&T, e Walt Disney.

+ Disney prepara versão de 'O Corcunda de Notre Dame' com atores

Entre os destaques estão o filme Bird Box, com a atriz Sandra Bullock e direção de Susanne Bier, que a companhia estima que seja assistido em em 80 milhões de casas, e Roma, filme de Alfonso Cuarón. A produção em língua espanhola é importante para o público de fora dos Estados Unidos.

A receita cresceu 27% em relação ao ano anterior, para US$ 4,19 bilhões, menos do que os US$ 4,21 bilhões aguardados pelos analistas. O lucro caiu para US$ 134 milhões, queda de 28% em relação aos US$ 186 milhões.

A empresa encerrou o ano com 139 milhões de assinantes em todo o mundo. Com informações da Folhapress. 

Campo obrigatório