Meteorologia

  • 10 DEZEMBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

3 segredos para se diferenciar da concorrência e aumentar o faturamento

Especialista aponta estratégias que podem ser aplicadas em qualquer negócio

3 segredos para se diferenciar da concorrência e aumentar o faturamento
Notícias ao Minuto Brasil

09:26 - 28/03/19 por Notícias Ao Minuto

Economia Estratégia

No Brasil existem 6,4 milhões de estabelecimentos, segundo o IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Desse total, 99% são micro e pequenas empresas (MPE). Apesar do alto número de estabelecimentos no país, em três anos, 341,6 mil empresas foram fechadas no Brasil e, desse total de empresas fechadas (2013 e 2016), 76,8% eram voltadas ao comércio.

+ Empresas adaptam sites e criam apps para vender mais pelo celular

Criar um ambiente perfeito para que não precise chegar ao ponto de fechar as portas e conseguir se diferenciar da concorrência mesmo dentro de uma grande rede pode parecer impossível para a maior parte dos empreendedores, mas segundo especialista, com as estratégias certas, é, sim, possível ser o empreendedor protagonista dessa realidade.

De acordo com o empresário, especialista em construção de autoridade, Felipe Camargo, existem estratégias possíveis de serem replicadas em qualquer negócio. Estratégias estas, que vêm de empresas que vendem muito e vendem sempre, e que são verdadeiros segredos dessas marcas de alto valor que elas fazem para ter sucesso e não contam. Ele lista três segredos e revela como aplicar no negócio:

1 - Ter um posicionamento claro e único

Ter um posicionamento claro e único é basicamente empreender em um oceano azul. De acordo com o especialista, um posicionamento assim não transmite dúvidas ao cliente se ele deve ou não contratar a empresa, além de ser diferente de tudo que o mercado oferece. “Ao se apresentar, o cliente já sabe se a empresa consegue ou não atender, solucionar o problema dele, além de identificar logo de cara que o que ele faz ninguém mais fará”, pontua.

Felipe ainda ensina que, ao se posicionar, a concorrência se torna irrelevante. “Ninguém faz o que você faz, tampouco da forma como você faz”. Quem define o preço é você. “Não há comparação, não é o mercado quem dita o valor que você cobra pelo seu produto ou serviço. É você, por oferecer algo tão único e exclusivo”. Mercados ou demandas inexploradas. “Você oferece ao mercado a solução para uma necessidade que ele nem sabia que tinha”.

Alguns exemplos de empresas em Oceano Azul são: Cirque du Soleil, Apple.

2 - Fazer do cliente seu melhor vendedor

As pessoas que têm reconhecimento, geralmente, geram resultados reais para seus clientes, conseguem promover alguma transformação ou ajudar as pessoas a atingirem seus objetivos. Por isso ganham o aval dos outros a respeito do trabalho que desenvolvem e conseguem, então, fazer destes clientes seus vendedores. “Fazer com o que o seu cliente te indique, é fácil, mas a minha proposta é que, além de te indicar, será ele que vai falar, vender seu produto ou serviço por você. Para e pense: se você é tão bom, por que só você vende e fala de você?”, detalha Felipe.

3 – Ter uma imagem que vende

Nossa aparência pessoal e imagem são a forma mais direta de comunicação não verbal que possuímos, e esse canal de comunicação é responsável por 80% da nossa percepção de mundo. De acordo com uma pesquisa realizada na década de 60 pelo psicólogo Albert Mehrabian, o julgamento que fazemos dos outros durante os primeiros 30 segundos de contato é fortemente impactado pela linguagem não verbal, ou seja, pela imagem. Esse tempo, atualmente, com a velocidade na comunicação e na aceleração do raciocínio para a tomada de decisão, foi reduzido para 5 segundos baseado em:

· 55% visual – roupas, acessórios, cabelo, maquiagem, asseio, etc.;

· 38% na postura e na forma de falar (tom de voz, gestos expressões);

· 7% no discurso em si.

Segundo o especialista em construção de autoridade, para ter uma imagem que vende, o empreendedor precisa "parecer" com o cliente. “Se você vende para um outro empresário, por exemplo, suas roupas, acessórios, cabelo, entre outros elementos do visual precisam de uma certa forma parecer com o dele. Um empresário não comprará de alguém que não parece ser tão bem-sucedido como ele, assim como alguém não visitará um consultório odontológico de um dentista que não tem um sorriso agradável”, finaliza.

Campo obrigatório