Meteorologia

  • 22 NOVEMBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Libertadores Feminina tem novas datas após acordo de paz no Equador

A competição teve início na última sexta-feira (11), mas devido aos protestos na capital Quito, os jogos de sábado (12) foram suspensos

Libertadores Feminina tem novas datas após acordo de paz no Equador
Notícias ao Minuto Brasil

18:00 - 14/10/19 por Notícias ao Minuto Brasil

Esporte Futebol

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) anunciou nesta manhã (14), em comunicado oficial, que retomará o calendário da competição, em Quito, no Equador. Algumas partidas foram suspensas por conta dos intensos protestos da população indígena, após decreto do governo que elevou em até 123% o preço dos combustíveis.

Na noite de ontem (13), o presidente equatoriano Lenín Moreno fechou acordo com os manifestantes: além de revogar o aumento dos combustíveis, Lenin suspendeu temporariamente o toque de recolher. De acordo com a Conmebol, as medidas anunciadas na noite de ontem dão garantias de segurança para que a Taça Liberadores de Futebol Feminino prossiga.

A competição teve início na última sexta-feira (11), mas devido aos protestos na capital Quito, os jogos de sábado (12) foram suspensos. Foi o caso do confronto Corinthians e Club Ñañas, do próprio Equador, pelo grupo C. O jogo foi remarcado para hoje (14), no estádio Olímpico de Atahualpa, às 19h (horário de Brasília),  

No domingo (13), a Federação Internacional dos Jogadores Profissionais de Futebol (FIFpro) enviou uma carta à Conmebol pedindo a suspensão da Libertadores. De acordo com a FIFpro, vários atletas, receosos com a falta de segurança,  procuraram a entidade.  A FIFPro ainda não se manifestou após a Conmebol anunciar a continuidade da competição.

Com a remarcação dos jogos de sábado (11), a Conmebol precisou adiar as partidas originalmente previstas para esta segunda-feiran(14).  Entre elas, estava o embate entre Ferroviária e Estudiantes de Caracas, da Venezuela, pela segunda rodada do Grupo B. A nova tabela ainda não foi divulgada.

Antes de a competição iniciar, as equipes participantes já vinham tendo problemas por conta da onda de protestos. O Corinthians, por exemplo, precisou trocar de hotel por outro mais afastado do centro de Quito, e também teve um treino de campo cancelado por falta de segurança.

"Por meio da presente, nos dirigimos a vocês e por seu intermédio dos clubes participantes do evento em referência, com o fim de informá-los que a Conmebol decidiu prosseguir com a Libertadores Feminina – Equador 2019.

A Conmebol Libertadores Feminina é o torneio mais importante de clubes sul-americanos, teve uma preparação de mais de 5 meses e envolve mais de 600 pessoas entre jogadoras, árbitras, e equipes de trabalho.

A Conmebol, o Comitê Organizador e a Federação Equatoriana de Futebol estiveram trabalhando de maneira coordenada com as autoridades locais nos últimos dias com o objetivo de garantir a segurança das equipes e dar continuidade ao torneio, garantindo a segurança dos participantes. Da mesma forma, durante esses dias, a comunicação com as Associações Membro e clubes tem sido constante.

Levando em consideração a reunião entre o governo equatoriano e representantes dos manifestantes que terminou em uma acordo que poderá garantir o fornecimento de serviços básicos e da segurança adequada a esse tipo de evento, a Conmebol decidiu continuar com a realização do torneio. No dia 14 de outubro, serão realizados os jogos originalmente agendados para od ia 12 de outubro, e a versão ajustada da tabela será enviada em breve".

Primeiro time brasileiro a entrar em campo pela Libertadores, a Ferroviária goleou o Mundo Futuro, da Bolívia, por 10 a 1, no estádio Olímpico de Atahualpa.  A atacante Nathane, com cinco gols, foi o destaque da partida que abriu o Grupo B. Rafa Mineira (2), Rosana, Luana e Aline Milene também balançaram as redes pelo time paulista — Emilie Doerksen descontou para as bolivianas. Pela mesma chave, o Deportivo Cuenca, do Equador, fez 3 a 1 no Estudiantes da Caracas, próximo rival das Guerreiras Grenás.

Pelo Grupo A, o atual campeão Atlético Huila, da Colômbia, estreou superando o Peñarol, do Uruguai, por 2 a 1. Já o Colo-Colo, do Chile, ganhador da Libertadores em 2012, largou com derrota: 3 a 2 para as paraguaias do Cerro Porteño.

Com informação: Agência Brasil

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório