Meteorologia

  • 11 DEZEMBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Chile diz que final da Libertadores está mantida em Santiago

Havia o temor de que a partida tivesse de mudar de local por causa dos protestos populares que tomaram conta do país

Chile diz que final da Libertadores está mantida em Santiago
Notícias ao Minuto Brasil

23:45 - 30/10/19 por Folhapress

Esporte FUTEBOL-LIBERTADORES

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A ministra de Esporte do Chile, Cecilia Pérez, confirmou nesta quarta (30) que a final da Copa Libertadores, entre Flamengo e River Plate (ARG), acontecerá em Santiago, no próximo 23, no estádio Nacional.

Havia o temor de que a partida tivesse de mudar de local por causa dos protestos populares que tomaram conta do país nos últimos dez dias. 

"Após reunião com o presidente do Comitê Olímpico [do Chile] e com o presidente [Alejandro] Domínguez [da Conmebol], ratifiquei nossa firme vontade e compromisso de realizar esta final no Chile", disse a ministra.

"Desde Conmebol agradecemos o compromisso do governo do Chile para garantir as condições de segurança para a celebração da final única da Libertadores 2019. A final é a celebração do futebol com e para o público chileno. Seguimos avançando", publicou a confederação em sua conta no Twitter.

A possibilidade de alteração de sede ficou mais forte após o governo chileno ter anunciado que o país não vai mais realizar o fórum da Apec (Cooperação Econômica Ásia-Pacífico) e a Conferência das Nações Unidas sobre as mudanças climáticas deste ano. 

Os eventos estavam programados para acontecer entre o segunda metade deste mês e o início de novembro. Para a cúpula da Apec, estava prevista a presença do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

A afirmação de Cecília Pérez não é suficiente para tranquilizar inteiramente os dirigentes da Conmebol, que ainda veem como possível o agravamento dos protestos nos dias anteriores à final. 

Há uma semana, Alejandro Domínguez começou a se movimentar para avaliar o impacto de realizar a partida em outra cidade. A possibilidade mais forte era levar o jogo para Assunção, no estádio General Pablo Rojas, do Cerro Porteño.

A Comebol encontrou forte oposição dos patrocinadores do torneio. Eles reclamaram que já haviam investido em ações de marketing e viagens para que seus convidados fossem a Santiago. E que também a Confederação não poderia permitir pelo terceiro ano consecutivo que a Libertadores passasse uma imagem ruim antes da decisão.

Em 2017, a final da Copa Sul-Americana, entre Flamengo e Independiente (ARG), foi marcada por atos de violência e invasões de torcedores. A decisão de 2018, envolvendo os argentinos Boca Juniors e River Plate, foi levada para Madri, na Espanha, após o apedrejamento do ônibus dos jogadores do Boca que chegava ao estádio Monumental de Nuñez.

Os acontecimentos foram justificativa para a Conmebol apostar pela primeira vez em uma final em jogo único.

"Nós teremos controle de tudo que envolve o evento. Segurança, venda de ingressos, organização", explicou Alejandro Domínguez ao jornal Folha de S.Paulo em maio do ano passado.

Até mesmo a Qatar Airways, patrocinadora da Conmebol que pagou todas as contas da transferência da decisão para a Espanha no ano passado, mostrou descontentamento com a saída do jogo de Santiago.

Em reunião com políticos chilenos nos últimos dias, Domínguez e outros dirigentes da Confederação pediram que o governo chileno fosse a público garantir que o jogo aconteceria em Santiago e tirasse um pouco a pressão dos ombros da cartolagem. 

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório