Meteorologia

  • 12 DEZEMBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Ferrari evita encontro de Vettel e Leclerc após batida em Interlagos

Um lance entre os dois pilotos acabou deixando um climão nos bastidores

Ferrari evita encontro de Vettel e Leclerc após batida em Interlagos
Notícias ao Minuto Brasil

11:00 - 19/11/19 por Folhapress

Esporte F1

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O GP do Brasil terminou mal para a equipe Ferrari. O time vinha com a quarta e quinta colocações na corrida com seis voltas para o final até que Sebastian Vettel e Charles Leclerc se tocaram, acabando com a corrida de ambos. Após a prova, o time evitou que os dois falassem juntos com a imprensa, como é de praxe, e a tradicional coletiva pós-prova, em que geralmente estão presentes Vettel, Leclerc e o chefe Mattia Binotto, só contou com o dirigente.

A justificativa ferrarista foi de que o time tinha decidido que era "melhor assim". O UOL Esporte flagrou Leclerc deixando a pista antes mesmo do horário da entrevista, tão logo terminou de falar com as TVs e rádios presentes.

Binotto disse que ambos os pilotos tinham desculpado-se com a equipe, mas, nas mensagens de rádio enviadas pelos pilotos instantes após as batidas, ambos demonstraram muita irritação um com o outro. "O que diabos ele estava fazendo? Furou o meu pneu. Desculpe. Isso era necessário?", berrou Vettel. "Que diabos?", gritou também Leclerc.

O lance aconteceu no começo da 66ª volta. Leclerc passou Vettel por dentro no S do Senna, e na Reta Oposta o alemão teria a chance de abrir a asa móvel. Leclerc disse que se surpreendeu por Vettel ter se posicionado do lado de fora para a próxima curva, e se colocou no meio da pista. Mas Vettel foi virando para a esquerda, onde estava Leclerc, o monegasco seguiu na sua linha e os dois se tocaram.

O lance chegou a ser investigado pelos comissários de pista, mas, segundo o diretor de provas Michael Masi explicou ao UOL Esporte, eles consideraram que nenhum dos dois tinha sido "predominantemente culpado" pelo acidente.

Nas entrevistas concedidas logo após eles saírem do carro, Vettel e Leclerc disseram sentir muito pelo abandono duplo da Ferrari e evitaram o confronto. "Não estou bravo, só estou desapontado em relação à equipe. Eles mereciam mais do que isso", disse Leclerc. "Do meu lado, eu fiz uma boa manobra na primeira curva e sabia que o Seb ia tentar dar o troco. Eu deixei espaço porque sabia onde ele estava. Acho que ele tentou me apertar um pouco e nos tocamos."

Já Vettel disse que não tinha muito espaço do lado de dentro. "Estava sem espaço e obviamente minha saída da curva 2 tinha sido melhor, e tentei passar na seguinte. Foi isso. É uma pena para a equipe. Isso é a prioridade."

Não é a primeira vez que Vettel e Leclerc se estranham nesta que é a primeira temporada deles juntos na Ferrari. Ambos já acusaram um ao outro de terem desrespeitados acordos internos -Vettel reclamou de Leclerc em Monza e o contrário aconteceu na Rússia. A reação de Binotto até aqui tem sido resolver as questões apenas internamente. O GP do Brasil foi vencido por Max Verstappen, da Red Bull, resultado que o fez ultrapassar Leclerc na luta pelo terceiro lugar do campeonato.

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório