Meteorologia

  • 22 MAIO 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Vagner Love comemora boa fase no Corinthians e faz desabafo

O atacante tem 10 gols no Brasileirão. No Corinthians, está atrás apenas de Jadson, que balançou as redes 12 vezes

Vagner Love comemora boa fase no Corinthians e faz desabafo
Notícias ao Minuto Brasil

10:16 - 25/10/15 por Estadao Conteudo

Esporte Confiança

Vagner Love conta os dias para conquistar o Campeonato Brasileiro. O título será especial não apenas por ser o primeiro Nacional da sua carreira, mas principalmente porque marcará a volta por cima do atacante do Corinthians depois de passar boa parte do ano como principal alvo das críticas da torcida. A cada gol perdido, eram inevitáveis as comparações com o peruano Guerrero, adversário deste domingo contra o Flamengo.

"Ele foi seguir a vida dele fora daqui e eu tive a chance de ser titular. Passei por altos e baixos, mas na hora certa consegui evoluir e agora quero manter esse nível até a última rodada do campeonato", contou Vagner Love em entrevista exclusiva.

Em tom de desabafo, o atacante também critica aqueles que diziam que, aos 31 anos, ele era um ex-jogador em atividade que havia deixado o seu talento na China, onde defendeu o Shandong Luneng nas duas últimas temporadas, antes de acertar com o Corinthians. A resposta veio em forma de gols. "Não desaprendi a jogar. Infelizmente estava vivendo um momento ruim. Mas as fases ruins passam na vida de qualquer pessoa e consegui reverter dentro de campo. Sabia que não adiantava ficar falando muito e que só iria mudar aquela história voltando a jogar bem".

Vagner Love tem 10 gols no Brasileirão. No Corinthians, está atrás apenas de Jadson, que balançou as redes 12 vezes. O técnico Tite, no entanto, considera Love o goleador da equipe. A explicação do treinador é que, ao contrário de Jadson, o atacante não cobra pênaltis nem faltas. Todos os seus gols foram de bola rolando.

A confiança depositada por Tite, inclusive, foi fundamental para que Vagner Love superasse a má fase. Mesmo nos momentos mais complicados do campeonato (em duas oportunidades o atacante chegou a ficar cinco jogos sem marcar), o treinador fazia questão de defender o seu jogador em público. "Fico feliz pela forma como ele me tratou. Foi como um pai para mim aqui dentro. O Tite me ajudou muito e fez com que eu me dedicasse cada vez mais nos treinos. Sempre foi muito correto comigo e procurou me passar tranquilidade".

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório