Meteorologia

  • 30 OUTUBRO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Após 3 derrotas seguidas, Inter junta os cacos e tenta se reerguer no Brasileirão

Em setembro, a equipe gaúcha conseguiu apenas 38% de aproveitamento em sete partidas disputadas até aqui

Após 3 derrotas seguidas, Inter junta os cacos e tenta se reerguer no Brasileirão
Notícias ao Minuto Brasil

11:00 - 26/09/20 por Estadao Conteudo

Esporte Futebol Internacional

Antes líder e um dos times que havia sido derrotado menos vezes no Campeonato Brasileiro, o Internacional viu seu desempenho despencar neste mês de setembro e agora tem o desafio de se reerguer na temporada para não ficar para trás. O compromisso deste sábado é contra o São Paulo, no Beira-Rio, às 19 horas, pela 12ª rodada da competição nacional.

Em má fase, potencializada pela derrota no Gre-Nal na Copa Libertadores no meio de semana, resultado que fez o Inter chegar a dez partidas sem vencer o maior rival, o time do técnico Eduardo Coudet não conseguiu manter a regularidade mostrada no começo do Brasileirão e começou a patinar.

Em setembro, a equipe gaúcha conseguiu apenas 38% de aproveitamento em sete partidas disputadas até aqui. Foram somente duas vitórias, além de dois empates e três derrotas. Para se ter uma ideia, em agosto, o aproveitamento foi muito melhor: 75%. E no ano, o rendimento é de 62%.

O time colorado perdeu a liderança após dois reveses seguidos fora de casa por 1 a 0 para Goiás e Fortaleza. Ainda assim, em termos de classificação, a situação não é tão ruim, já que soma 20 pontos, apenas um abaixo do líder Atlético-MG, que, porém, tem um jogo a menos.

Mas, além dos resultados negativos, as atuações também preocupam. A equipe viu sua defesa, antes sólida, passar a ser vazada com mais frequência, e apresentou declínio técnico, com exibições pobres ofensivamente e muita dificuldade para criar as oportunidades de gol.

Depois da derrota por 1 a 0 no Gre-Nal 427, em casa, a diretoria se reuniu para diagnosticar os erros e tentar evitar que uma crise seja instalada. Os dirigentes bancaram a permanência de Coudet, que, mesmo com o bom trabalho, passou a ser muito cobrado por não conseguiu fazer seus comandados vencerem um clássico no ano - não houve um gol sequer marcado contra o Grêmio nesta temporada.

Até pelos últimos três resultados negativos em sequência, o treinador deve promover mudanças na escalação titular que entra em campo contra o São Paulo. Moisés e Edenílson voltam. Eles não atuaram na Libertadores porque estão suspensos. Além dos dois, o comandante argentino também tem os retornos de Victor Cuesta e Praxedes, que cumpriram suspensão ante o Fortaleza.

A dúvida é a presença de Patrick. O volante apresentou um incômodo na coxa direita e ficou no departamento médico tratando o problema nos últimos dias. Se ele não puder atuar, Praxedes deve começar a partida. Além dos retornos, é muito provável que haja alterações também por desgaste físico, já de olho no duelo contra o América de Cali, na Colômbia, pelo torneio sul-americano, na próxima terça-feira. Um dos preservados deve ser o artilheiro Thiago Galhardo.

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório