Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Tite convoca seleção entre conflito de calendário e desfalques repetidos

Os 23 jogadores convocados para estes compromissos serão conhecidos nesta sexta-feira (23), às 11h

Tite convoca seleção entre conflito de calendário e desfalques repetidos
Notícias ao Minuto Brasil

05:26 - 23/10/20 por Folhapress

Esporte Futebol

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Depois de vencer Bolívia e Peru nas duas primeiras rodadas das Eliminatórias da Copa do Mundo do Qatar no começo do mês, a seleção brasileira volta a jogar em novembro: nos dias 13 (sexta-feira) e 17 (terça), enfrenta Venezuela e Uruguai, respectivamente. Os 23 jogadores convocados para estes compromissos serão conhecidos nesta sexta-feira (23), às 11h, em entrevista coletiva virtual do técnico Tite.

Como sempre, conflitos de calendário estarão em evidência nesta convocação. É que de acordo com o cronograma da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), as quartas de final da Copa do Brasil estão marcadas para as semanas dos dias 11 e 18 de novembro - justamente o período dos jogos das Eliminatórias.

Estiveram na lista de convocados de outubro cinco jogadores que atuam no Brasil: Weverton e Gabriel Menino (Palmeiras), Santos (Athletico-PR) e Rodrigo Caio e Everton Ribeiro (Flamengo). Os três clubes disputam as oitavas de final da Copa do Brasil vindos da Libertadores e poderiam ser afetados pelos desfalques.

Ano passado, Tite não convocou jogadores que atuavam no país por coincidência de datas com a reta final da Copa do Brasil. Mas, na ocasião, eram somente amistosos contra Argentina e Coreia do Sul, e não compromissos oficiais que valem pontos na caminhada até o Qatar.

Meio-campista do São Paulo e lateral-direito na seleção brasileira, o experiente Daniel Alves tinha disputado só três jogos depois de se recuperar de uma fratura no braço direito e não foi convocado por Tite contra Bolívia e Peru. Agora já são oito partidas, inclusive uma delas como lateral, e há chances de retornar à lista de 23 nomes desde que o treinador não abra mão de quem atua no Brasil.

Dani Alves é o capitão fixo da seleção brasileira desde a Copa América de 2019, exceto em dois amistosos do ano passado e nas duas primeiras rodadas das Eliminatórias. Casemiro (três vezes) e Thiago Silva ocuparam a função, mas Tite não cravou um novo rodízio, nem a mudança do dono da braçadeira.

Em contrapartida ao possível retorno de Dani Alves, dois desfalques repetidos para a seleção brasileira: o goleiro Alisson, do Liverpool, e o atacante Gabriel Jesus, do Manchester City, continuam em tratamento de uma lesão no ombro esquerdo e um problema muscular, respectivamente. Ambos estavam na última convocação, mas foram trocados por Ederson (Manchester City) e Matheus Cunha (Hertha Berlim).

Entre os 23 convocados, dois problemas na zaga: Marquinhos e Rodrigo Caio ainda não atuaram depois da seleção por causa de questões físicas, mas enquanto o primeiro já é considerado recuperado pelo PSG, o outro trata um edema ósseo no joelho direito e não está 100% segundo o Flamengo.

O Brasil enfrenta a Venezuela no dia 13 de novembro, no Morumbi. Depois viaja ao Uruguai para jogar no estádio Centenário no dia 17. Os horários ainda não foram definidos.

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório