Meteorologia

  • 18 JANEIRO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Palmeiras vence o Delfín por 3 a 1 e larga bem no mata-mata da Libertadores

Palmeiras vence o Delfín por 3 a 1 e larga bem no mata-mata da Libertadores

Palmeiras vence o Delfín por 3 a 1 e larga bem no mata-mata da Libertadores
Notícias ao Minuto Brasil

22:20 - 25/11/20 por Folhapress

Esporte DELFÍN-PALMEIRAS-RELATO

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Palmeiras deu um grande passo rumo às quartas de final da Copa Libertadores ao vencer nesta quarta (25) o Delfín (EQU) por 3 a 1, no Equador, pela partida de ida das oitavas. Gabriel Menino, Rony (de pênalti) e Zé Rafael fizeram os gols do Verdão no estádio Jocay -Ramires, contra, descontou.


Com o resultado, o Palmeiras agora pode até perder no Allianz Parque por 2 a 0 para a equipe equatoriana, que mesmo assim avança de fase. Na Libertadores, diferentemente da Copa do Brasil, o gol marcado fora de casa é critério de desempate. O duelo de volta acontecerá na quarta que vem (2), novamente às 19h15.


A equipe que se classificar neste confronto irá enfrentar nas quartas o vencedor entre Libertad (PAR) e Jorge Wilstermann (BOL).

O MELHOR: RONY

Muitas vezes questionado pela torcida palmeirense, Rony se transforma quando joga a Libertadores. Contra o Delfín, ele foi o único atacante escalado como titular e deu bastante trabalho, participando das principais jogadas ofensivas alviverdes.


De pênalti, fez o seu quarto gol com a camisa do Palmeiras -três deles foram no torneio continental. Ele poderia ter feito até mais, mas as outras boas chances que teve pararam no goleiro Banguera.


O PIOR: NAZARENO


Já com enormes dificuldades para se encontrar no início da partida, o Delfín ficou em situação bastante delicada após o pênalti cometido por Nazareno em Lucas Lima, ainda no primeiro tempo. O Palmeiras explorou bastante o lado esquerdo defendido pelo lateral da equipe equatoriana.


GOLAÇO NO SACRIFÍCIO


Ainda incomodado pelo entorse sofrido no tornozelo direito, Zé Rafael foi a campo no sacrifício e jogou muito bem novamente. Com 11 duelos vencidos de 17 ao todo, o camisa 8 tomou conta do meio-campo e fez um bonito gol no segundo tempo, quando o Verdão tinha dificuldades. Após fazer o 3 a 0, acabou substituído por conta de dores.

ATUAÇÃO DO DELFÍN


Em má fase no Campeonato Equatoriano, o time teve um primeiro tempo muito ruim, inclusive com dificuldade para dar dois toques seguidos na bola. Totalmente dominado no início, o Delfín melhorou no segundo tempo e passou, enfim, a incomodar Weverton. Com isso, acabou conseguindo descontar, mas ainda assim é um time de pouca qualidade.


ATUAÇÃO DO PALMEIRAS


Com 16 desfalques, a equipe de Abel Ferreira chamou a atenção pela atuação bem organizada. Ainda que o adversário fosse fraco, o Palmeiras fez o que se esperava: começou dominando o confronto e encontrou formas de ser o time mais perigoso no Equador. O único problema foi o retorno desatento do intervalo, quando acabou levando sustos desnecessários.


CRONOLOGIA DO JOGO


O Palmeiras abriu o placar aos 17 minutos do primeiro tempo, após forte chute cruzado de Gabriel Menino, que o goleiro Banguera não conseguiu segurar. Aos 35, Lucas Lima sofreu pênalti, que Rony bateu bem para fazer 2 a 0.


O placar poderia ter sido até maior no primeiro tempo, não fossem duas belas defesas do arqueiro do Delfín.


Após o intervalo, quando os donos da casa pressionavam, Zé Rafael fez o terceiro, aos 14. Ramires, aos 23, desviou de cabeça o escanteio contra a própria meta alviverde: 3 a 1.

DELFÍN
Banguera; Gonzáles, Ale, Rodríguez e Nazareno; Mera (Benítez), Vélez (Cifuentes) e Ortiz; Corozo (Rojas), Valencia e Garcés. Técnico: Miguel Ángel Zahzú

PALMEIRAS
Weverton; Marcos Rocha, Emerson Santos, Gustavo Gómez e Mayke; Patrick de Paula, Ramires (Renan) e Zé Rafael (Danilo); Lucas Lima (Esteves), Gabriel Menino e Rony (Gabriel Silva). Técnico: Abel FerreiraLocal: estádio Jocay, em Manta (Equador)

Árbitro: Leodán González (URU)
Assistentes: Nicolás Taran (URU) e Richard Trinidad (URU)
VAR: Esteban Ostojich (URU)
Cartões amarelos: Nazareno, Gonzáles, Garcés (DEL); Patrick de Paula, Ramires (PAL)
Gols: Gabriel Menino, aos 17 minutos do primeiro tempo (0-1); Rony, aos 35 minutos do primeiro tempo (0-2); Zé Rafael, aos 14 minutos do segundo tempo (0-3); Ramires (contra), aos 23 minutos do segundo tempo (1-3)

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório