Meteorologia

  • 18 JUNHO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Após 400 mil assinaturas ao DAZN nos EUA, Canelo poderá lutar no pay per view

Mas esta parceria, que dura seis combates, poderá ser rompida na próxima apresentação do astro mexicano

Após 400 mil assinaturas ao DAZN nos EUA, Canelo poderá lutar no pay per view
Notícias ao Minuto Brasil

07:37 - 14/05/21 por Estadao Conteudo

Tech DAZN

A vitória do pugilista Saul Canelo Alvarez, no sábado passado, proporcionou à plataforma de streaming DAZN 400 mil novas assinaturas somente nos Estados Unidos. Mas esta parceria, que dura seis combates, poderá ser rompida na próxima apresentação do astro mexicano.

Como é agente livre, o campeão mundial dos supermédios do Conselho Mundial de Boxe (CMB), Associação Mundial de Boxe (AMB) e Organização Mundial de Boxe (OMB) negocia com a PBC (Premier Boxing Champions), que cuida da carreira do americano Caleb Plant - dono do cinturão da Federação Internacional de Boxe (FIB) -, a sua próxima luta para o dia 18 de setembro, em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Se isso se concretizar, Saul Canelo Alvarez deixa também de trabalhar com o empresário britânico Eddie Hearn, da empresa Machtroom, e deverá ter o seu ganho financeiro maior na venda de assinaturas no pay per view.

A questão é unicamente financeira. Em uma luta contra Caleb Plant, o DAZN não teria como garantir os US$ 35 milhões (R$ 188 milhões) exigidos de bolsa por parte de Saul Canelo Alvarez.

Campo obrigatório