Meteorologia

  • 24 SETEMBRO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Calor derruba tenistas em Tóquio; espanhola passa mal e abandona jogo das quartas

Pouco antes do início da segunda etapa, porém, Paula deu sinais de que não se sentia bem e caminhou para o banco

Calor derruba tenistas em Tóquio; espanhola passa mal e abandona jogo das quartas
Notícias ao Minuto Brasil

08:34 - 28/07/21 por Folhapress

Esporte OLIMPÍADA-CLIMA

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A tenista espanhola Paula Badosa abandonou as quartas de final do torneio de simples dos Jogos Olímpicos de Tóquio, contra Marka Vondrousova, da República Tcheca, após um quadro de insolação.

A atleta teve de deixar a quadra em uma cadeira de rodas.

Segundo o Comitê Olímpico Espanhol, a situação também implica na participação dela nas duplas mistas, que aconteceria ao lado de Pablo Carreño Busta.

O jogo teve início às 11h, no horário da capital japonesa, e teve o primeiro set, vencido pela tcheca por 6 a 3, com duração de 38 minutos. Pouco antes do início da segunda etapa, porém, Paula deu sinais de que não se sentia bem e caminhou para o banco. Os médicos, então, começaram a colocar gelo em seu pescoço e a derramar água fria sobre ela.
Frente ao quadro de insolação e com debilitadas condições físicas, a espanhola abandonou a partida e deixou a quadra em uma cadeira de rodas.

Tóquio tem registrado altas temperaturas, o que tem se tornado um desafio a mais aos atletas que participam dos Jogos Olímpicos. No caso do tênis, as reclamações têm sido constantes. Segundo relatos, nesta quarta-feira (28), no Parque de Tênis Ariake, os termômetros indicavam em torno de 31º. Além do calor, a alta umidade na capital japonesa faz com que a sensação térmica aumente e acelere o quadro de desidratação.

Outro caso foi o do russo Daniil Medvedev, que atua sob a bandeira do Comitê Olímpico da Rússia (ROC). Em alguns momentos do jogo com o italiano Fabio Fognini, ele demonstrou cansaço e teve até de receber atenção médica. A certa altura, foi questionado pela arbitragem se a partida poderia continuar e respondeu fortemente: "Sou um lutador, vou terminar o jogo, mas posso morrer. Se eu morrer, a ITF [Federação internacional de Tênis] assumirá a responsabilidade?", disse, segundo relato da versão em espanhol da CNN.

Os atletas, inclusive, foram autorizados a deixar a quadra por 10 minutos entre o segundo e o terceiro sets. Medvedev venceu o confronto por 2 a 1 e, após o duelo, falou sobre o que sentiu.

"Desde o primeiro set, eu não me sentia suficientemente bem com a minha respiração. Por isso, chamei o fisioterapeuta. Senti como se meu diafragma tivesse bloqueado, não conseguia respirar corretamente. Creio que foi o dia mais úmido e quente que tivemos até agora", disse.

Principal nome da competição, o sérvio Novak Djokovic já havia feito uma reclamação quanto aos horários em que as partidas estão sendo realizadas, justamente por conta do calor.

"Para ser honesto, eu não entendo porque eles não começam as partidas por volta de 15h. Eu ouvi dizer que tem um horário limite para os jogos terminarem antes de meia-noite. Mesmo assim, acabei de jogar a última partida e não são nem 17h", apontou.

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório