Meteorologia

  • 17 OUTUBRO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Palmeiras é derrotado pelo Cuiabá e soma quarto jogo sem vitórias no Brasileirão

Neste domingo, no Allianz Parque, a equipe de Abel Ferreira sufocou, mas esbarrou na forte defesa do Cuiabá e somou a quarta partida sem vitórias

Palmeiras é derrotado pelo Cuiabá e soma quarto jogo sem vitórias no Brasileirão
Notícias ao Minuto Brasil

13:34 - 22/08/21 por Estadao Conteudo

Esporte Campeonato Brasileiro

O Palmeiras está perdendo o rumo no Campeonato Brasileiro. Muito bem na Copa Libertadores, a equipe não consegue mostrar sua força na competição por pontos corridos e pode ver o líder Atlético-MG abrir oito pontos de vantagem. Neste domingo, no Allianz Parque, a equipe de Abel Ferreira sufocou, mas esbarrou na forte defesa do Cuiabá e somou a quarta partida sem vitórias na competição ao ser surpreendido, com derrota por 2 a 0, gols de Clayson e Uillian Correia.

O Palmeiras perdeu a liderança do Campeonato Brasileiro para o Atlético-MG faz três rodadas e pode ver o clube mineiro abrir oito pontos caso vença o Fluminense, na segunda-feira. A última vitória palmeirense no Brasileirão foi dia 24 de julho, quando fez 1 a 0 no Fluminense, gol contra de Manoel. Depois, empatou sem gols com o São Paulo e perdeu para Fortaleza, por 3 a 2, em casa, e para o Atlético-MG, por 2 a 0, no Mineirão.

Neste domingo, foi surpreendido com um gol no primeiro minuto e, mesmo criando bastante chances para ao menos empatar, parou em grande atuação do goleiro Walter e na defesa cuiabana. No fim, ainda viu Uillian Correia definir num contragolpe. Buscará a recuperação no sábado, em visita ao Athletico-PR.

Sem jogo no meio de semana, o técnico Abel Ferreira optou por mandar seus titulares a campo. Queria melhorar o entrosamento de Dudu com Wesley e Rony, que começaram a jogar juntos apenas na volta das quartas de final contra o São Paulo, na Copa Libertadores. A boa apresentação no clássico fez o português optar pela efetivação da escalação, com Rafael Veiga voltando à armação das jogadas. Antes, ele era um dos homens de frente, com Rony aberto e um centroavante.

Diante de um rival que prometia proposta defensiva, era chance para aprimoramento da equipe antes das semifinais da Libertadores contra o Atlético-MG. Abel Ferreira só não imaginava ser surpreendido rapidamente. No primeiro ataque do Cuiabá, com um minuto, placar aberto no Allianz Parque. Lucas Ramon avançou pela direita e cruzou para trás. Clayson dominou e bateu forte no canto de Weverton.

Se a missão seria complicada diante de um oponente há seis jogos sem derrotas como visitante, aumentou ainda mais com a desvantagem. O Cuiabá se postou do meio para trás e complicou a vida do Palmeiras. O time rodava as jogadas, apertava, mas não conseguia finalizar. Quando encontrou uma brecha, empatou com Zé Rafael. Mas o VAR impugnou o lance por impedimento de Dudu.

Atrás do placar na pausa para o intervalo, Abel Ferreira não quis esperar e, insatisfeito com o que presenciou, trocou logo quatro peças, mexeu nas laterais e no esquema. Voltou ao tradicional 4-4-2 com Deyverson como centroavante.

Rapidamente o Palmeiras cresceu no confronto e foi empilhando chances de empate. Deyverson entrou com vontade e parou em excelente defesa de Walter. A cabeçada foi à queima roupa. Era um bombardeio verde. Todo à frente, quase foi surpreendido numa escapada de Gava. Weverson salvou.

Modificado, com Scarpa e Veiga novamente lado a lado, e cheio de atacantes, o Palmeiras assumiu o risco de sofrer atrás em busca de uma virada, único resultado que interessava. Se lançou com tudo e viu Weverton trabalhar acima do comum pela redução de marcadores em campo.

O sufoco, porém, não surtiu efeito até a pausa para a reidratação, na qual os palmeirenses conversaram bastante para tentar encontrar uma fórmula para furar o paredão defensivo cuiabano. Voltou novamente atacando. No caminho, contudo, havia o goleiro Walter, que defendeu duas cabeçadas seguidas, de Deyverson e Dudu, ambos na pequena área.

O Palmeiras tentou até o fim e não conseguiu balançar as redes. Para piorar a situação, ainda viu Uillian Correia, num contra-ataque, ampliar aos 48 minutos. Nos últimos 12 pontos disputados, o Palmeiras somou somente um no Brasileirão.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 0 X 2 CUIABÁ

PALMEIRAS - Weverton; Marcos Rocha (Piquerez), Luan, Gustavo Gómez e Renan (Gabriel Menino); Danilo, Zé Rafael (Willian) e Rafael Veiga; Dudu, Wesley (Gustavo Scarpa) e Rony (Deyverson). Técnico: Abel Ferreira.

CUIABÁ - Walter; Lucas Ramon (Anderson Conceição), Marllon, Paulão e Uendel; Auremir, Rafael Gava (Uillian Correia) e Pepê (Yuri); Cabrera (Camilo), Jenison (Osman) e Clayson. Técnico: Jorginho.

GOLS - Clayson, a um minuto do primeiro tempo; Uillian Correia, aos 48 do segundo.

CARTÕES AMARELOS - Pepê (Cuiabá) e Deyverson (Palmeiras).

ÁRBITRO - Anderson Daronco (RS).

RENDA E PÚBLICO - Jogo disputado com portões fechados.

LOCAL - Allianz Parque.

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório