Destaques da base mudam jogo e ganham força no São Paulo

A entrada dos jovens atacantes mudou a produção ofensiva do time, que cresceu muito no segundo tempo e resultou na pressão que gerou os gols de Thiago Mendes e Rodrigo Caio

© NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.
Esporte contra o flu 14:55 - 18/10/16 POR Notícias Ao Minuto

A vitória de virada do São Paulo sobre o Fluminense na última segunda-feira (17), por 2 a 1, passou pelos pés de dois garotos formados na base tricolor: Pedro Bortoluzo e, principalmente, David Neres. A entrada dos jovens atacantes mudou a produção ofensiva do time, que cresceu muito no segundo tempo e resultou na pressão que gerou os gols de Thiago Mendes e Rodrigo Caio.

PUB

Visto como grande promessa no clube, David Neres, 19, fez sua estreia pelos profissionais. Ele entrou na vaga do ineficaz Robson aos 15 minutos do segundo tempo e teve ótima atuação pelo lado do ataque. Mostrou capacidade de drible, bom toque de bola e cruzamentos perigosos. Não pareceu sentir nem um pouco o peso da camisa.

"Ele entrou muito bem porque tem treinado muito bem", elogiou o técnico Ricardo Gomes, que já era cobrado pela torcida há várias rodadas pela entrada de Neres.Já Pedro, 20, fez seu sexto jogo neste Brasileiro, mas sempre entrando no fim: somando as partidas, ele acumula apenas 66 minutos em campo. Contra o Flu, substituiu Chávez, outro que teve atuação apagada, aos 30 do segundo tempo, e deu mais mobilidade ao ataque. Em sua melhor participação, ajeitou bem uma bola que Thiago Mendes mandou no travessão.

A boa atuação da dupla, somada às exibições fracas dos atacantes são-paulinos, dá mais força para que Ricardo Gomes utilize mais a base na reta final do campeonato. O treinador se mostrou especialmente animado com a atuação de David Neres e sinalizou que ele deve ganhar nova chance contra a Ponte Preta, no próximo sábado (22), no Morumbi.

"Ele ganhou essa chance pelo trabalho que ele fez durante os últimos dez dias. A minha dúvida era: tecnicamente ele é muito bom, mas em uma situação de desconforto, colocar um garoto... Mas ele tem muita personalidade. Eu apostei e achei que foi uma boa surpresa para a maioria da torcida. É um jogador que vai crescer bastante no São Paulo", elogiou o treinador.

Com 30 gols em 31 jogos, o São Paulo tem o terceiro pior ataque do Brasileiro, à frente apenas de Figueirense (28) e América-MG (19). Os artilheiros do time na competição são o argentino Chávez e o peruano Cueva, com cinco gols cada. Com informações da Folhapress. 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X