Acusado de fraude na Itália, Maradona diz ser tratado como criminoso

‘Não devo nada a ninguém’, garantiu o argentino

© Marcos Brindicci/Reuters
Esporte fisco 16:06 - 19/10/16 POR Notícias Ao Minuto

Em entrevista ao jornal italiano Corriere della Sera, Diego Maradona comentou a acusação de fraude fiscal que sofre na Itália. 

PUB

“Há mais de 25 anos reclamam injustamente mais de 40 milhões de euros (R$ 139 milhões), dos quais 35 milhões de juros (R$ 122 milhões) e multas, por alegada evasão fiscal, considerada inexistente por todos os juízes”, argumentou o argentino. 

+ Atacante do Arsenal desafia McGregor: ‘Quando você quiser’

“Eu não devo nada a ninguém e, apesar de ser inocente, sou tratado como um dos piores criminosos do mundo. Eu sou o único no mundo a quem foram apreendidos brincos e relógios”, complementou. 

Maradona foi condenado pelo Supremo Tribunal da Itália, em 2005, a pagar o equivalente a R$ 129 milhões por dívidas com o fisco local – atualmente, devido aos juros, o valor subiu para R$ 139 milhões.  

LEIA TAMBÉM: Vídeo mostra Wanderlei Silva indo para cima de desafeto no Japão

 

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X