Acusado de fraude na Itália, Maradona diz ser tratado como criminoso

‘Não devo nada a ninguém’, garantiu o argentino

© Marcos Brindicci/Reuters
Esporte fisco 16:06 - 19/10/16 POR Notícias Ao Minuto

Em entrevista ao jornal italiano Corriere della Sera, Diego Maradona comentou a acusação de fraude fiscal que sofre na Itália. 

PUB

“Há mais de 25 anos reclamam injustamente mais de 40 milhões de euros (R$ 139 milhões), dos quais 35 milhões de juros (R$ 122 milhões) e multas, por alegada evasão fiscal, considerada inexistente por todos os juízes”, argumentou o argentino. 

+ Atacante do Arsenal desafia McGregor: ‘Quando você quiser’

“Eu não devo nada a ninguém e, apesar de ser inocente, sou tratado como um dos piores criminosos do mundo. Eu sou o único no mundo a quem foram apreendidos brincos e relógios”, complementou. 

Maradona foi condenado pelo Supremo Tribunal da Itália, em 2005, a pagar o equivalente a R$ 129 milhões por dívidas com o fisco local – atualmente, devido aos juros, o valor subiu para R$ 139 milhões.  

LEIA TAMBÉM: Vídeo mostra Wanderlei Silva indo para cima de desafeto no Japão

 

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte.

Obrigado por ter ativado as notificações de Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

X