Follmann não precisará amputar perna esquerda, diz médico

Goleiro já havia perdido a perna direita após acidente

© Reprodução
Esporte Sobrevivente 01:12 - 02/12/16 POR Folhapress

O diretor médico do hospital San Vicente Fundación, em Rionegro na Colômbia, Ferney Rodrígez disse, em boletim divulgado no início da noite desta quinta (1º), que o goleiro Jackson Follmann, um dos sobreviventes do voo com a equipe da Chapecoense, não precisará amputar a perna esquerda.

PUB

O jogador, porém, continua internado na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) após passar por uma cirurgia nesta quinta. Ele já havia tido a perna direita amputada na terça (29), dia do acidente com o avião com a delegação da equipe catarinense.

"No membro inferior esquerdo, as lesões evoluíram adequadamente de tal forma que não foi necessária a amputação", afirmou o boletim médico. O comunicado também dizia que a região onde a perna direita foi amputada estava em "estado adequado".

Entre os seis sobreviventes da queda do avião da Chapecoense, quatro são brasileiros – o jornalista Rafael Henzel, o zagueiro Neto, o goleiro Follman e o lateral Alan Ruschel.

De acordo com o último boletim médico sobre o quadro de saúde, eles tinha estado crítico, porém estável.Os outros dois que sobreviveram eram a comissária Ximena Suárez e o técnico aeronáutico Erwin Tumiri. Bolivianos, eles passam bem e não correm risco de morrer. Com informações da Folhapress.

Leia também: Bombeiro diz que havia 10 sobreviventes em avião da Chapecoense

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte.

Obrigado por ter ativado as notificações de Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

X