Meia do Atlético-PR depõe sobre crime e tem liberdade negada

Ainda no julgamento, Cabral jurou inocência e desconhecimento de como se deu a morte de Joan Villegas com golpes de pedra na cabeça no dia 1 de janeiro

© Divulgação/Atlético-PR
Esporte Julgamento 19:47 - 20/03/17 POR Folhapress

A Justiça Argentina decidiu manter preso o meia Luciano Cabral, cujos direitos pertencem ao Argentinos Juniors, com empréstimo em vigor junto ao Atlético Paranaense. Nesta segunda (20), ele depôs sobre o crime de assassinato do qual é acusado. Nem mesmo o compromisso de ser amparado pelo clube Argentinos Juniors permitiu que ele respondesse o processo em liberdade. Cabral completou dois meses e 17 dias na cadeia.

PUB

"Não sou nenhum assassino, não matei ninguém, só quero jogar futebol. E se me dão a liberdade, não vou fugir", disse o jogador, que terá de ficar na prisão durante o processo.

O contrato dele com o Atlético irá até o meio do ano, ainda está em vigor, porém suspenso, com suspensão também no pagamento de salários (estima-se cerca de US$ 20 mil mensais). O Atlético ainda não tem uma posição sobre como irá agir com o jogador.

Ainda no julgamento, Cabral jurou inocência e desconhecimento de como se deu a morte de Joan Villegas com golpes de pedra na cabeça no dia 1 de janeiro.

Participaram o meu pai com uns primos meus. Desconheço como tudo começou, mas tem muitas versões que me põe no meio. O que sei é que meu pai e meu primo estiveram em uma briga e eu cheguei logo depois de tudo que aconteceu. Por ter chegado depois, pensam que estive lá", declarou.

Cabral esteve na audiência acompanhado pelo presidente do Argentinos Jrs., Cristian Malaspina. O Atlético não enviou representantes à Argentina em nenhum momento. Com informações da Folhapress.

Leia também: Ex-chefe da F1 diz não querer lembrar de Schumi como ele está agora

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte.

Obrigado por ter ativado as notificações de Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

X