Meteorologia

  • 14 DEZEMBRO 2017
Tempo
10º
MIN 10º MÁX 10º

Edição

'Brasil é forte em tudo e Neymar é espetacular', diz Sampaoli

Ele também citou Alemanha e França como seleções candidatas a ganhar a Copa do Mundo, mas por motivos diferentes

'Brasil é forte em tudo e Neymar é espetacular', diz Sampaoli
Notícias ao Minuto Brasil

16:29 - 29/11/17 por Folhapress

Esporte Argentina

Apesar de dizer que vai conversar com Tite e não querer falar muito sobre o Brasil, o técnico da Argentina, Jorge Sampaoli, disse que seu principal rival sul-americano está entre os favoritas no Mundial. Um dos motivos é a fase de Neymar.

"Brasil tem muita força em tudo e tem Neymar. Ele é espetacular", elogiou Sampaoli.

Sampaoli chegou nesta quarta (29) a Moscou para o sorteio dos grupos para a Copa do Mundo, que acontece nesta sexta (1º). Ele também citou Alemanha e França como seleções candidatas a ganhar a Copa do Mundo, mas por motivos diferentes.

+ Neymar no Real Madrid? Pai do craque fala sobre possibilidade

"França tem valores individuais e pode definir partidas assim. Alemanha possui um jogo muito heterodoxo, junta muito bem as linhas [de defesa, meio-campo e ataque] e está sempre preparada defensivamente", completou.

Sampaoli causou polêmica na Argentina ao dar declarações que foram interpretadas como críticas à seleção espanhola. Neste ano, ele deixou o Sevilla (ESP) para assumir a Argentina. Embora tenha dito não ser fã do estilo do futebol da Espanha, afirmou que também é uma equipe candidata a ganhar o torneio em 2018.

"Sinto que a Espanha tem uma estrutura que faz parte de um projeto mantido por muito tempo e hoje não tem símbolos, algo que tinha em Mundiais anteriores. Tem um maneira de atuar mais pragmática. A mim agrada outro estilo, com o qual me identifico mais. Não que descarte uma seleção que tem tanta fortaleza mental para enfrentar este tipo de torneio."

Ele adota um estilo mais vertical, em oposição à escola espanhola da última década, da troca curta de passes e movimentação.

A Argentina será uma das oito cabeças de chave. A escolha de Juan Antônio Pizzi para dirigir a Arábia Saudita significa que o país deverá ter cinco treinadores na Copa do Mundo. José Pekerman (Colômbia), Ricardo Gareca (Peru) e Hector Cuper (Egito) também estarão presentes.

"O futebol é o nosso esporte. Os melhores futebolistas da história e os melhores treinadores passaram pelo Rio da Prata [que corta Buenos Aires e divide a Argentina e o Uruguai]. Para mim, o futebol é o Rio da Prata", finalizou Sampaoli. Com informações da Folhapress. 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório