Meteorologia

  • 25 JANEIRO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Diretoria do Santos promete reunião com cobrança forte a Jair e William

Dirigentes ainda prometem lembrar Jair Ventura que ele recusou diversos jogadores que foram oferecidos nesta temporada, entre eles o meia Camilo, do Internacional

Diretoria do Santos promete reunião com cobrança forte a Jair e William
Notícias ao Minuto Brasil

17:56 - 08/05/18 por Folhapress

Esporte Má fase

A derrota para o Nacional, do Uruguai, na Copa Libertadores, e a goleada sofrida para o Grêmio, por 5 a 1, esquentaram os bastidores do Santos. Após encontro na segunda-feira (7), a diretoria santista decidiu que marcará uma reunião com o técnico Jair Ventura e o gerente de futebol, William Machado, para cobrar um melhor desempenho dos jogadores.

Segundo apurou a reportagem, os dirigentes santistas prometem cobrança forte para cima de Jair e William, mas não falam em demissões neste momento. No entanto, questionados sobre uma possível saída de Jair Ventura, dirigentes alegam nos bastidores que tudo depende da reação do treinador na reunião.

Em 2015, vale lembrar, o Santos demitiu Enderson Moreira após o treinador não aceitar algumas cobranças do então presidente Modesto Roma. Na ocasião, o dirigente queria dar apenas uma bronca, mas a reunião acabou com a demissão do técnico após desentendimento entre as partes.

O ponto principal da chamada em Jair Ventura e William Machado é a exigência de um nível maior de cobrança em relação aos jogadores. A relação entre comissão técnica, jogadores e diretoria, vale lembrar, já havia estremecido por conta da concentração para os jogos.

+ SOBRE ESPORTES

Os cartolas projetavam realizar mudanças distintas para jogos na Vila Belmiro e no Pacaembu, já que o Santos utiliza os dois estádios como mandante. Na Vila, a ideia era acabar com a concentração na maioria dos jogos, reunindo o time apenas em partidas decisivas. No Pacaembu, por sua vez, a estratégia era concentrar no CT Rei Pelé e subir a Serra do Mar no dia do jogo. A diretoria alega que o clube paulista economizaria com os custos de hotéis, que variam entre R$ 50 mil e R$ 70 mil por jogo.

Jair Ventura, no entanto, foi contra a iniciativa da diretoria e, por conta disso, a cúpula alvinegra decidiu manter o esquema tradicional para não criar polêmica com o treinador e sua comissão técnica.

Agora, após ter cedido, cobra melhores resultados do comandante. A diretoria santista ainda usa como argumento o fato de que o elenco recebe seus salários em dia. Embora isso seja uma obrigação dos dirigentes, eles lembram que os atletas receberam com atrasos nos últimos três anos.

Em troca, os cartolas querem mais motivação dentro de campo. Na visão da cúpula santista, o time é muito passivo durante os jogos, espera demais o adversário em seu campo e, por isso, é sufocado, como ocorreu na goleada sofrida para o Grêmio.

A diretoria ainda promete lembrar Jair Ventura que ele recusou diversos jogadores que foram oferecidos nesta temporada, entre eles o meia Camilo, do Internacional. O jogador, que atuou com o treinador no Botafogo, seria envolvido na transação que levou Zeca para o time gaúcho e garantiu Eduardo Sasha em definitivo na Vila Belmiro. (FOLHAPRESS)

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório