Meteorologia

  • 20 JUNHO 2018
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Fluminense acaba com tabu e vence a Chapecoense no Maracanã

É a primeira vez que o clube carioca vence a Chape

Fluminense acaba com tabu e vence a Chapecoense no Maracanã
Notícias ao Minuto Brasil

18:53 - 26/05/18 por Folhapress

Esporte SÉRIE A

O Fluminense derrotou a Chapecoense por 3 a 1, neste sábado (26), no Maracanã, em jogo que abriu a sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Com dois gols, o centroavante Pedro foi o destaque do time comandado por Abel Braga. O outro gol tricolor foi marcado por Marcos Júnior, enquanto Arthur descontou para os catarinenses.

O resultado levou o Fluminense a 13 pontos após conquistar a segunda vitória consecutiva. Já a Chapecoense, derrotada pelo time carioca pela primeira vez na história da Série A após nove jogos (tinha seis vitórias e dois empates), estacionou nos seis pontos e corre o risco de terminar a sétima rodada na zona de rebaixamento.

Os dois times voltam a campo na quarta-feira (30), novamente pelo Campeonato Brasileiro. O Fluminense visita o Grêmio, às 21h45, na Arena Grêmio. Quarenta e cinco minutos mais cedo, às 21h, a Chapecoense recebe o Ceará, na Arena Condá.

+ SOBRE ESPORTES

Além de Pedro, Marcos Júnior também ficou entre os destaques tricolores. Ele precisou de apenas 45 minutos para dar trabalho à defesa da Chapecoense -lesionado, foi substituído no intervalo. Com linda jogada pela lateral, teve participação direta no primeiro gol do Fluminense. Oportunista, ainda aproveitou indecisão de Jandrei e Douglas para marcar o segundo.Do lado da Chapecoense, o pior foi Jandrei. O goleiro falhou nos dois gols do Fluminense. No primeiro, ficou indeciso. No segundo, faltou comunicação com o companheiro Douglas.

O técnico Abel Braga começou o jogo insatisfeito com o setor ofensivo de sua equipe. A todo instante, dava instruções aos homens de frente. E parece ter dado certo. Com Marcos Júnior inspirado, o Fluminense logo fez dois gols e deixou a partida mais tranquilo. Primeiro, ele fez linda jogada pela esquerda e cruzou para Pedro abrir o placar, aos 21min. Quatro minutos depois, após belo lançamento de Jadson e indecisão de Jandrei e Douglas, ficou livre para ampliar de cabeça.

O técnico Gilson Kleina optou por iniciar a partida com um esquema mais conservador em relação às últimas partidas: sacou o atacante Guilherme e colocou o volante Elicarlos, formando uma linha de cinco na defesa.

"Um pouco mais de equilíbrio. Mas independente de dois ou três volantes, o importante é voltarmos a ter um nível de competitividade", disse antes do apito inicial. Mas não deu certo. Com a defesa confusa, levou dois gols em 25 minutos e precisou alterar o modo de jogar da equipe.

Abel Braga precisou fazer duas alterações forças, um no fim do primeiro tempo e outra no intervalo. Primeiro, Gum sentiu a panturrilha esquerda e foi substituído por Nathan Ribeiro, aos 43min de jogo. Depois, foi a vez de Marcos Júnior, principal nome do primeiro tempo, não voltar do vestiário por conta de dores na coxa esquerda. Robinho ganhou sua vaga.

Um erro juvenil do Fluminense logo no início do segundo tempo recolocou a Chapecoense na partida. Em cobrança de falta, Arthur Caike bateu em cima da barreira, que abriu e deixou o goleiro Júlio César sem reação, aos 4min. 2 a 1, para desespero de Abel Braga, que reclamou muito com o time e não poupou quase ninguém.

Mais arrumada que na etapa inicial, a Chapecoense cresceu no segundo tempo e pressionou o Fluminense em busca do segundo gol. Enquanto o time carioca apostava nos contra-ataques, a equipe catarinense ocupou o campo adversário e atacou quase que sem parar. Porém, viu o goleiro Júlio César em noite inspirada. No melhor de seus lances, fez duas defesas seguidas e salvou o Fluminense.

A Chape estava melhor no jogo, mas foi o Flu quem voltou a balançar as redes no Maracanã. Gilberto cruzou, Pedro dominou dentro da área e finalizou de direita para marcar um golaço. Foi o seu quinto na Série A, o que faz dele o novo artilheiro da competição, ao lado de Róger Guedes, do Atlético-MG.

FLUMINENSE

Júlio César; Gum (Nathan), Renato Chaves, Luan Peres; Gilberto, Richard, Jadson, Sornoza, Marlon; Marcos Júnior (Robinho), Pedro (Airton). T.: Abel Braga

CHAPECOENSE

Jandrei; Apodi, Rafael Thyere, Douglas, Bruno Pacheco; Amaral (Leandro Pereira), Márcio Araújo (Nadson), Elicarlos, Héctor Canteros; Arthur, Wellington Paulista (Bruno Silva). T.: Gilson Kleina

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Juiz: Rafael Traci (Paraná)

Renda: R$ 395.375,00

Público: 13.165 pagantes/14.541 presentes

Cartões amarelos: Marlon (Fluminense); Bruno Pacheco (Chapecoense)

Gols: Pedro, aos 21min do primeiro tempo e aos 41min do segundo tempo, e Marcos Júnior, aos 25min do primeiro tempo (Fluminense); Arthur Caike, aos 4min do segundo tempo (Chapecoense) (Folhapress)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório