Meteorologia

  • 24 JUNHO 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Fred critica silêncio de jogadores em relação à greve dos caminhoneiros

“A bola segue rolando pelos gramados brasileiros como se nada estivesse acontecendo. Um absurdo!”, escreveu o atacante do Cruzeiro

Fred critica silêncio de jogadores em relação à greve dos caminhoneiros
Notícias ao Minuto Brasil

13:05 - 28/05/18 por Notícias Ao Minuto

Esporte ATACANTE DO CRUZEIRO

O atacante Fred, do Cruzeiro, foi às redes sociais e escreveu um longo texto manifestando seu apoio à greve dos caminhoneiros, que teve início no último dia 21 de maio.

O jogador exaltou a luta da categoria, que reivindica redução do preço do combustível no Brasil. “Eu quero que o Brasil mude pra melhor. Porém, não me esforço o tanto quanto deveria para que isso aconteça. Me falta a coragem que sobra aos caminhoneiros. Enquanto isso, fico na torcida para que esses sofridos e destemidos trabalhadores consigam, sozinhos, realizar a mudança que eu sonho em ver no Brasil. Entretanto, sem o apoio de todos nós, a resistência deles tem um limite. E tomara que esse limite seja do tamanho de todas as nossas necessidades”, começou o atacante.

Sobre as acusações de que a greve dos caminhoneiros estão atrapalhando o funcionamento do país, Fred rebateu e colocou a “culpa” nos governantes.

“Não são, nunca foram e nunca serão os caminhoneiros que impedem, impediram ou impedirão a população brasileira de ter acesso aos direitos sociais básicos. Quem sempre fez isso foram os políticos eleitos pela nossa ignorância e pouco caso com uma arma tão importante e poderosa: o VOTO! Voto que carrega consigo toda a confiança e a esperança de uma nação inteira”, afirmou.

No mesmo post, no Instagram, o ex-atacante do Fluminense e da seleção brasileira lembrou que passou fome no passado.

“Sinceramente, torço para que essa greve dos caminhoneiros não acabe logo. E mais: tomara que ela atinja em cheio não apenas os mais necessitados, mas, também, pessoas com um padrão financeiro mais elevado, como eu mesmo. Acredito que só assim haverá mudança de verdade. Digo isso com a propriedade de quem, por inúmeras vezes em um passado não tão distante, já passou por dificuldades até para se alimentar”, escreveu o camisa 9.

Por fim, o jogador criticou o silêncio do futebol em relação à greve e lembrou que em 2013, durante a Copa das Confederações e que o povo brasileiro foi às ruas contra a corrupção, os jogadores da seleção brasileira foram orientados a não comentarem sobre política.

“Tudo o que tenho na vida, eu devo a Deus e ao futebol. Porém, “o futebol é a coisa mais importante dentre as menos importantes. A bola segue rolando pelos gramados brasileiros como se nada estivesse acontecendo. Um absurdo! Isso está me fazendo lembrar muito a Copa das Confederações de 2013, quando o povo brasileiro invadiu as ruas, literalmente, e não queriam que nós, jogadores da Seleção Brasileira, emitíssemos nossas opiniões. Terei orgulho de dizer aos meus filhos que, naquele momento difícil da nossa história, eu e meus companheiros nos reunimos na Granja Comary e, por alguns instantes, deixamos de ser apenas jogadores de futebol para desempenharmos um papel muito mais importante: o de cidadãos e patriotas. Não nos omitimos e nos expressamos conforme a nossa consciência mandou naquela hora”, finalizou Fred.

(PARTE 1) . Eu quero que o Brasil mude pra melhor. Porém, não me esforço o tanto quanto deveria para que isso aconteça. Me falta a coragem que sobra aos caminhoneiros. . Enquanto isso, fico na torcida para que esses sofridos e destemidos trabalhadores consigam, sozinhos, realizar a mudança que eu sonho em ver no Brasil. Entretanto, sem o apoio de todos nós, a resistência deles tem um limite. E tomara que esse limite seja do tamanho de todas as nossas necessidades. . Me senti representado pela operação Lava Jato, que, na prática, serviu apenas para resolver uma pequena parte do nosso problema mais grave: a corrupção. Apesar da lição, seguimos “obrigados” a conviver com as mazelas governamentais. . Quem dera se os nossos problemas sociais se restringissem somente a alguns partidos políticos. Ficaria fácil de resolvê-los. . Infelizmente, essa doença é crônica e já se alastrou por quase todo o corpo nacional. O famoso jeitinho brasileiro. . Enquanto não tivermos educação suficiente para entendermos que o dinheiro público tem dono (o povo), as maracutaias nunca terão fim. A solução? Transformar a corrupção em crime hediondo, inafiançável. . Não são, nunca foram e nunca serão os caminhoneiros que impedem, impediram ou impedirão a população brasileira de ter acesso aos direitos sociais básicos. . Quem sempre fez isso foram os políticos eleitos pela nossa ignorância e pouco caso com uma arma tão importante e poderosa: o VOTO! Voto que carrega consigo toda a confiança e a esperança de uma nação inteira. . Sinceramente, torço para que essa greve dos caminhoneiros não acabe logo. E mais: tomara que ela atinja em cheio não apenas os mais necessitados, mas, também, pessoas com um padrão financeiro mais elevado, como eu mesmo. . Acredito que só assim haverá mudança de verdade. Digo isso com a propriedade de quem, por inúmeras vezes em um passado não tão distante, já passou por dificuldades até para se alimentar. . Se o governo atender aos pedidos da classe e esse movimento for interrompido, tudo voltará à estaca zero, a exemplo da Laja Jato, que hoje, graças a conchavos, já está perdendo suas forças. Não podemos permitir que isso aconteça.

Uma publicação partilhada por Fred (@fredguedes9) a 27 de Mai, 2018 às 2:20 PDT

(PARTE 2) . Não vamos nos esquecer de que uma greve como essa foi capaz de derrubar o governo chileno na década de 70. Se não tive a oportunidade de estudar além da sétima série, hoje me esforço para ler e entender melhor o contexto que vivo. . Estou em oração para que Deus nos dê força e coragem suficientes para sairmos da zona de conforto e irmos à luta em busca dos meus, dos seus, dos nossos direitos. E só há uma maneira disso acontecer: tomando as ruas! Nossos filhos serão eternamente gratos a todos nós. . Estamos diante da maior oportunidade de transformação e mobilização social da história desde o movimento das “Diretas Já”, iniciado em 1983, ano em que nasci. . Oportunidade única! Se for verdade que o cavalo arriado só passa uma vez, estamos correndo um sério risco de perdermos a grande chance de combatermos ativamente a corrupção, que rouba, fere, sangra e mata diariamente. . Tudo o que tenho na vida, eu devo a Deus e ao futebol. Porém, “o futebol é a coisa mais importante dentre as menos importantes”. . A bola segue rolando pelos gramados brasileiros como se nada estivesse acontecendo. Um absurdo! Isso está me fazendo lembrar muito a Copa das Confederações de 2013, quando o povo brasileiro invadiu as ruas, literalmente, e não queriam que nós, jogadores da Seleção Brasileira, emitíssemos nossas opiniões. . Terei orgulho de dizer aos meus filhos que, naquele momento difícil da nossa história, eu e meus companheiros nos reunimos na Granja Comary e, por alguns instantes, deixamos de ser apenas jogadores de futebol para desempenharmos um papel muito mais importante: o de cidadãos e patriotas. Não nos omitimos e nos expressamos conforme a nossa consciência mandou naquela hora. . Que país é esse? Digo, sem medo de errar que é um país belo, rico, de um povo guerreiro, trabalhador, hospitaleiro e, sem sombra de dúvida, abençoado por Deus. Estamos todos no mesmo barco. Ou melhor: na mesma boleia de caminhão. . #SomosTodosCaminhoneiros #SomosTodosIrmãos #SomosTodosCapazes #BrasilNaRua #EstamosTodosNaMesmaBoleia #EmOraçãoPeloBrasil

Uma publicação partilhada por Fred (@fredguedes9) a 27 de Mai, 2018 às 2:19 PDT

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório