Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Ídolo do Napoli, Maradona se solidariza e envia mensagem a Koulibaly

"Eu joguei sete anos no Napoli e também sofri com cânticos racistas de algumas torcidas", disse a lenda argentina

Ídolo do Napoli, Maradona se solidariza e envia mensagem a Koulibaly
Notícias ao Minuto Brasil

15:45 - 30/12/18 por Estadao Conteudo

Esporte Série A

O ídolo argentino Diego Maradona manifestou neste domingo o seu apoio ao jogador senegalês Kalidou Koulibaly, do Napoli, que sofreu ofensas racistas por parte de torcedores da Inter de Milão, na quarta-feira, em partida válida pela 18ª rodada do Campeonato Italiano. Nas redes sociais, o argentino postou uma foto com a camisa do jogador e revelou que também foi alvo de comentários preconceituosos durante sua passagem pelo futebol italiano.

"Eu joguei sete anos no Napoli e também sofri com cânticos racistas de algumas torcidas. Ainda me lembro das bandeiras que diziam 'Bem-vindo à Itália'. Sinto-me como mais um napolitano e hoje quero estar ao lado de Kalidou Koulibaly. Espero que tudo isso marque um antes e um depois para terminar de vez com o racismo no futebol. Saudações a todos", escreveu o argentino.

+ City encerra série negativa, vence e assume 2º lugar no Inglês

Maradona atuou na Itália na década de 80. Pelo Napoli, mesmo time que Koulibaly defende atualmente, ele fez sucesso e se tornou ídolo no futebol italiano, entre os anos de 1984 e 1991. Foi com a camisa da equipe de Nápoles que o argentino jogou mais partidas em sua carreira.

Ver esta publicação no Instagram

Ho giocato sette anni con il Napoli e anch'io ho subito cori razzisti da alcune tifoserie. Ricordo ancora gli striscioni che recitavano "Benvenuti in Italia". Mi sento ancora più napoletano e oggi voglio essere vicino a @kkoulibaly26. Spero che questo episodio segni un punto di svolta, per eliminare una volta per tutte il razzismo dal calcio. Un saluto a tutti! #NoalRazzismo - - - - - - - - - - - - - - - - Yo jugué siete años en el Napoli, y también sufrí los cantos racistas de algunas hinchadas. Todavía me acuerdo de las banderas que decían "Bienvenidos a Italia". Yo me siento un napolitano más, y hoy quiero estar al lado de Kalidou Koulibaly. Espero que todo esto marque un antes y un después, para terminar de una vez con el racismo en el fútbol. Un saludo a todos! #NoalRacismo - - - - - - - - - - - - - - - - I played for seven years in Napoli, and I also suffered the racist songs of some fans. I still remember the flags that said "Welcome to Italy". I feel Neapolitan and today I want to be with Kalidou Koulibaly. I hope that all this helps to ends racism in football once and for all. Greetings to all! #NoRacism

Uma publicação partilhada por Diego Maradona Oficial (@maradona) a 30 de Dez, 2018 às 5:22 PST

Na ocasião, o zagueiro do Napoli foi alvo de gritos racistas desde o primeiro tempo da partida. Torcedores imitavam um macaco toda vez que o defensor tocava na bola. Em razão das ofensas racistas, o técnico do Napoli, Carlo Ancelotti, pediu a paralisação do jogo por três vezes do banco de reservas.

Nervoso, o zagueiro do Napoli foi expulso aos 36 minutos do segundo tempo. No lance, ele fez falta em Politano e recebeu o cartão amarelo. Na sequência, começou a bater palmas para o árbitro, que entendeu o gesto como uma ironia e então mostrou o vermelho direto.

Após a partida, o jogador da equipe de Nápoles lamentou a derrota e sua expulsão de campo e fez questão de rebater os atos racistas. "Lamento a derrota e também por ter abandonado meus companheiros em campo. Mas tenho orgulho da cor da minha pele. De ser francês, senegalês, napolitano: homem", declarou o defensor, em sua conta no Twitter. Koulibaly é nascido na França, mas tem ascendência senegalesa.

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório