Meteorologia

  • 23 MAIO 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Conselheiro pede afastamento do Santos após áudio racista vazado

Adilson Durante Filho pediu renúncia do Conselho Deliberativo do Santos

Conselheiro pede afastamento do Santos após áudio racista vazado
Notícias ao Minuto Brasil

20:00 - 20/04/19 por Estadao Conteudo

Esporte Renúncia

Depois de ter áudio racista vazado na última quinta-feira, Adilson Durante Filho pediu renúncia do Conselho Deliberativo do Santos e afastamento definitivo do quadro associativo do clube neste sábado. A informação é do perfil oficial da equipe alvinegra no Twitter. Ele foi diretor de futebol do time profissional entre 2008 e 2009 e vinha ocupando anteriormente o cargo de secretário-adjunto de Turismo do município de Santos.

A gravação foi feita há cerca de três anos em um grupo de uma torcida independente, a 'DNA Santista'. Na ocasião, 'Adilsinho', como era conhecido, fez comentário racista e sua fala foi divulgada nas redes sociais. "Sempre que tiver um pardo... O pardo o que é? Não é aquele negão, mas também não é o branquinho. É o moreninho da cor dele. Esses caras, você tem que desconfiar de todos que você conhecer. Essa cor é uma mistura de raça que não tem caráter", afirmou.

Ele foi além: disse ter respaldo acadêmico em sua declaração. "É verdade, isso é estudo. Todo pardo, mulato, tu tem que tomar cuidado. Não mulato tipo o P.. (um membro do grupo), o P... é tipo índio, chileno, essas por**. Tô dizendo um mulato brasileiro. Os pardos brasileiros. São todos mau-caráter. Não tem um que não seja", explanou, depois de dizer que estava "entre amigos" no início do áudio.

Ainda na quinta-feira, o Santos publicou uma nota na qual relembrou nomes como Pelé, Pepe, Coutinho e Zito para "ressaltar a harmonia entre negros e brancos" que fizeram história com a camisa do clube e afirmou "repudiar qualquer forma de racismo", mas não citou o nome de Adilson.

O ex-dirigente, por sua vez, também se pronunciou em nota, na qual pediu "desculpas a todos que se sentiram ofendidos". Ele afirmou ter se tratado de "um momento de infelicidade, onde foi levado pela emoção" e diz "não ter preconceito de cor, raça ou credo".

O prefeito da cidade de Santos, Paulo Alexandre Barbosa, divulgou nota repudiando as falas do secretário e afirmou que ele está suspenso enquanto durar sua licença. Naquela tarde, Adilson se licenciou do cargo de secretário-adjunto de Turismo.

Na sexta-feira, um grupo formado por membros do Conselho Deliberativo do Santos cobrou publicamente uma punição a Adilson. Por meio de uma nota oficial assinada, 15 pessoas repudiaram a atitude do ex-dirigente, que também já foi diretor das categorias de base do time. Eles acusaram Adilson de cometer um "crime inafiançável".

"Os conselheiros do Santos FC abaixo-assinados vêm a público para repudiar o conteúdo racista do áudio. Ao argumentar que uma determinada raça 'não tem caráter', o autor comete crime inafiançável. Pior ainda, diz que sua fala é baseada em 'estudos'. Esse tipo de argumento era usado pelo nazismo na década de 1930 e, de maneira alguma, pode ser retomado nos dias de hoje", ressaltou a nota.

"Dada a gravidade do conteúdo, os conselheiros solicitam que o Santos FC tome as medidas cabíveis para extirpar esse tipo de pensamento do clube. Enquanto cidadãos, também defendemos que a Prefeitura de Santos faça o necessário para que nós não tenhamos um prestador de serviço com tal pensamento".

Por fim, a nota também lembrou jogadores negros que brilharam com a camisa do Santos: "Temos muito orgulho de torcer para um time que teve Pelé, Dorval, Mengálvio e Coutinho na linha de ataque mais famosa do mundo".

A nota oficial foi assinada pelos seguintes conselheiros: André Dantas, Cláudio Henn, Fabio Sartori, Guilherme Kastner, Jefferson Oliva, José Eduardo Lopes, Luciano Nunes, Marco Scandiuzzi, Nemésio Gomez Alonso, Nino Fidalgo, Renato Ramirez, Rogério Damásio, Rubens Passos, Vágner Lombardi e Vitor Loureiro Sion.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório