Meteorologia

  • 16 OUTUBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Negociando renovação, prefeito de SP faz reunião com chefão da F1

O encontro aconteceu na tarde de terça-feira, na própria prefeitura, e já estava agendado há cerca de um mês

Negociando renovação, prefeito de SP faz reunião com chefão da F1
Notícias ao Minuto Brasil

16:45 - 13/06/19 por Estadao Conteudo

Esporte F1

Em meio à disputa com o Rio de Janeiro sobre o futuro do GP do Brasil, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, se reuniu com o chefão da Fórmula 1, Chase Carey, na capital paulista. O encontro aconteceu na tarde de terça-feira, na própria prefeitura, e já estava agendado há cerca de um mês.

Na reunião, divulgada inicialmente pela Coluna Direto da Fonte, da jornalista Sonia Racy, o prefeito e o dirigente da principal categoria de automobilismo do mundo conversaram sobre a renovação do contrato de São Paulo. Ao longo da conversa, Bruno Covas apresentou argumentos favoráveis para manter a corrida em São Paulo. O vínculo atual vai até 2020. Mas a negociação tem agora a concorrência do Rio, que espera receber a corrida a partir de 2021.

O encontro, que durou cerca de uma hora e foi realizado a convite do prefeito, foi fechado e nenhuma das partes se manifestou publicamente sobre o resultado do encontro. A prefeitura, no entanto, está otimista em acertar a renovação do contrato. E acredita até que o martelo possa ser batido ainda neste ano. Mantendo o diálogo e a negociação abertos, Bruno Covas espera reencontrar Carey, CEO da Liberty Media, grupo norte-americano que controla a Fórmula 1 atualmente, nas próximas semanas, em novo encontro.

No fim do mês passado, autoridades do Rio foram até Montecarlo para uma reunião com o mesmo dirigente da F-1. Durante o tradicional GP de Mônaco, representantes do consórcio Rio Motorsports, ganhador da licitação para construir e gerir o novo autódromo da capital fluminense, entregaram ao comando da categoria a proposta oficial para sediar a etapa brasileira.

Apesar da intenção de receber a F-1 a partir de 2021, o projeto carioca ainda engatinha. O consórcio precisa erguer o novo circuito, o que deve levar ao menos um ano e meio, no valor de R$ 700 milhões em um antigo terreno do Exército, no bairro de Deodoro. O empreendimento tem apoio do prefeito da cidade, Marcelo Crivella, do governador do Rio, Wilson Witzel, e até do presidente Jair Bolsonaro. Mas o projeto pode ser barrado por questões ambientais, por causa da localização na região da Floresta do Camboatá.

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório