Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Halsey diz que foi alvo de balas de borracha durante protestos nos EUA

Halsey afirmou que não foi presa, mas disse que ela e outros foram alvo de balas de borracha, gás lacrimogêneo e de outras hostilidades por parte dos policia ao participarem de protesto

Halsey diz que foi alvo de balas de borracha durante protestos nos EUA
Notícias ao Minuto Brasil

07:57 - 02/06/20 por Folhapress

Fama Cantora

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A cantora Halsey, 25, foi uma das celebridades que se juntaram aos protestos contra o assassinato de George Floyd por um policial branco, na semana passada, em Minneapolis, nos Estados Unidos. Ela afirmou ainda que foi alvo de balas de borracha disparadas pela polícia contra os manifestantes.

Em sua conta no Twitter, Halsey afirmou que não foi presa, mas disse que ela e outros foram alvo de balas de borracha, gás lacrimogêneo e de outras hostilidades por parte dos policia. Ela acrescentou ainda que os ataques aconteceram mesmo com a linha de frente do protesto calmo e sem provocações.

"Eu estou segura (...), mas muitos não estão, muitos estão sob custódia", afirmou ela, pedindo doações aos seus seguidores para ajudar os manifestantes. "Eu gostaria que vocês soubessem que estou bem porque as informações estão fora de controle, mas não vou ficar atualizando informações pessoais", completou.

A cantora ainda continuou: "Um verdadeiro patriota é alguém que se rebelará contra o governo, se for necessário, para proteger o bem maior de seus companheiros cidadãos. Nós somos patriotas. Se você não é, você é um covarde. Isso é como a democracia se parece."

Halsey não foi a única famosa a se juntar aos protestos contra a morte de George Floyde, no último dia 25 de maio. Ariana Grande, 26, e Nick Cannon, 39, são alguns que também se juntaram aos manifestantes, assim como o ator John Cusack, 53, que afirmou ter sido alvo de hostilidade de um policial por filmar o ato.

Já a modelo Chrissy Teigen, 34, afirmou que doará US$ 200 mil (cerca de R$ 1 milhão) para pagar a fiança de manifestantes presos em protestos antirracistas nos Estados Unidos.

"Estou comprometida a doar US$ 100 mil para pagar a fiança de manifestantes em todo o país", disse a modelo, inicialmente, na rede social. Um internauta a respondeu que ela estaria dando dinheiro para "vândalos e criminosos" e Teigen, então, afirmou: "Eles devem precisar de mais dinheiro, então. Considere US$ 200 mil".

Receba as notícias dos famosos, novelas, BBB e outros reality shows.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de actores, actrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório