Meteorologia

  • 07 AGOSTO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Jornalista distorce pesquisa sobre gays e HIV e CNN Brasil é detonada

Leandro Narloch fez comentários considerados homofóbicos em grande telejornal da CNN Brasil e o canal está sendo duramente criticado

Jornalista distorce pesquisa sobre gays e HIV e CNN Brasil é detonada
Notícias ao Minuto Brasil

08:24 - 09/07/20 por Notícias Ao Minuto Brasil

Fama Televisão

Nesta quarta-feira (8), o programa Live CNN levou ao ar uma matéria que destacava que a Anvisa liberou, após decisão do STF, a doação de sangue por homossexuais. Durante a discussão da pauta, Leandro Narloch decidiu fazer alguns comentários sobre o assunto e acabou cometendo diversos equívocos de informações.

Narloch começou a fala chamando orientação sexual de 'opção' e disparou com discurso preconceituoso:  “A mudança, na verdade, é pequena. Ela vai restringir mais a conduta, e não o tipo de pessoa, a opção sexual [sic] do indivíduo”, disse.

Depois apontou dados falsos sobre a contaminação pelo vírus: “Toda essa polêmica começou porque, não há dúvida disso, os gays, os homens gays, eles têm uma chance muito maior de ter Aids, né? Em 2018, uma pesquisa mostrou que 25% dos gays de São Paulo eram portadores de HIV”.

No entanto, de acordo com o estudo realizado a pedido do Ministério da Saúde, de 2018, após testes de HIV terem sido realizados em 3.958 homens de 12 capitais, o vírus foi detectado em 18,4% dos exames. No total, 75% dos entrevistados afirmaram fazer sexo apenas com homens. 

O comentarista ainda deixou de lado um importante alerta sobre a própria pesquisa citada por ele: o contágio na população mais idosa heterossexual e de mulheres vem crescendo. Entre idosas, por exemplo, houve aumento de 21,2%, segundo dados do Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde.

Depois, o comentarista continuou: "Mesmo que esse número seja exagerado, e de fato ele parece mesmo exagerado, o fato é que é dezenas de vezes maior, maior a chance do que na população geral. A questão é que outros critérios para exclusão já restringem os gays que têm comportamento promíscuo, né?", disparou. 

Nas redes sociais, o discurso de Leandro Narloch acabou sendo duramente criticado: "Já está ficando bem habitual a CNN Brasil pegar celebridades da direta que saíram da Jovem Pan e colocar como comentarista de telejornais. Jornalismo lixo!", "Nada novo né... CNN Brasil é de empresário amigo de Bolsonaro... Muito provável que usem esses discursos e desinformação", "CNN Brasil e Record podem dar as mãos, pois são exatamente iguais. Comentaristas péssimos e fontes horríveis... Começou bem... mal!", foram alguns comentários.

Receba as notícias dos famosos, novelas, BBB e outros reality shows.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de actores, actrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório