Meteorologia

  • 22 JUNHO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Morre Mauro Viale, um dos mais respeitados jornalistas da Argentina

Mauro Viale tinha recebido vacina contra a Covid-19, mas a doença já estava encubada

Morre Mauro Viale, um dos mais respeitados jornalistas da Argentina

O jornalista argentino, Mauro Viale, de 73 anos, morreu neste domingo. O profissional, que estava infectado com Covid-19, sofreu uma parada cardíaca. 

O jornalista estava internado no hospital Los Arcos de Buenos Aires desde que testou positivo ao novo coronavírus, e onde acabou desenvolvendo uma pneumonia.  

O El Pais refere que o jornalista apresentou melhoras, mas de repente o seu estado de saúde piorou e ele faleceu. A sua autópsia revela que a causa da morte foi uma parada cardíaca.

Mauro Viale, apresentador na A24 e na America TV, tinha recebido na quinta-feira a primeira dose da vacina Sputnik V. Já tinha, contudo, a doença encubada. No sábado, e após apresentar sintomas da doença, testou positivo à Covid-19 e foi internado nos cuidados intensivos. Nessa mesma tarde, o seu estado de saúde apresentava melhorias. Momentos depois e de forma repentina, a situação agravou-se e o óbito do jornalista viria a ser confirmado pela colega de trabalho, Rolando Graña, durante a transmissão do programa GPS.  

Mauro Viale iniciou a sua carreira na década de 70 na área do jornalismo esportivo. O seu relato de um gol de Diego Maradona, frente à Inglaterra, no Mundial do México, em 1986, o tornou uma celebridade no país. A argentina está em choque com a morte de um profissional "que se empenhava de forma exemplar" naquilo que fazia, diz-se.

Campo obrigatório