Meteorologia

  • 28 MAIO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Jayme Peryardi sobre 'Escrava Mãe': "Sonhava com vilão assim"

A maioria das cenas de Osório são fortes, segundo Periard, mas ele ressalta uma

Jayme Peryardi sobre 'Escrava Mãe': "Sonhava com vilão assim"
Notícias ao Minuto Brasil

18:00 - 30/10/16 por Notícias Ao Minuto

Fama Maldades

As muitas maldades do vilão Osório, de 'Escrava Mãe', da Record, tira os telespectadores do sério. Jayme Periard, no entanto, comemora o papel e diz que sempre esperou para interpretar um personagem que causasse esse tipo de reação.

Osório mostrou a que veio logo no primeiro capítulo da novela, no qual estuprou a escrava Luena (Nayara Justino), traficada do Congo para o Brasil. Luena deu à luz Juliana (Gabriela Moreyra), protagonista da trama, segundo informa o UOL.

"É um personagem que espero há muito tempo, que eu tinha uma vontade imensa de interpretar e o desenvolvimento é excepcional. Às vezes você tem um bom papel no início da novela, mas depois ele não se sustenta", afirma o ator.

Periard também pode ser visto na reprise de 'A Gata Comeu', do canal Viva.

O sucesso de Osório é tanto que já levou o personagem ao topo dos assuntos mais comentados no Twitter.

A maioria das cenas de Osório são fortes, segundo Periard, mas ele ressalta uma. "A sequência que eu aprisiono a Esméria (Lidi Lisboa), a levo para ser vendida e a esmurro. Foi uma mistura de sentimentos ruins que foram expostos. O ato físico chega a ser menor do que as falas dele, porque o Osório a humilha demais, a coloca em uma condição desumana", conta, orgulhoso da cena e sua parceira.

Leia também: Zé Mayer sobre beijão: "Estou com gosto da Vera Holtz na boca"

Receba as notícias dos famosos, novelas, BBB e outros reality shows.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de actores, actrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório