'A Lei do Amor' é criticada pela morte de personagem negro e gay

O jornalista Daniel Castro teve acesso aos capítulos da novela anteriormente e garantiu que a morte do rapaz já estava prevista

© Divulgação / TV Globo
Fama novelas 12:45 - 01/12/16 POR Notícias Ao Minuto

Em uma novela com 70 personagens, o personagem Zelito, do ator Danilo Ferreira, estava no bloco dos que não têm uma história própria, mas era importante. O rapaz dava vida ao melhor amigo da protagonista Isabela (Alice Wegmann).

PUB

Envolvido em todos os dramas da personagem principal, os autores Maria Adelaide Amaral e Vincent Vilari davam mostras de que Zelito teria seu próprio brilho. Principalmente por ser jovem, negro, gay, feliz e bem resolvido numa trama das 21h. Até uma história de amor entre o rapaz e Wesley (Gil Coelho) estava sugerida na trama. Mas não passou de um fraco sinal.

Após agredir Tião (José Mayer), Zelito teve sua morte encomendada pelo vilão e executada por Fininho (Hugo Resende).

Segundo o colunista Ricardo Feltrin, o jornalista Daniel Castro teve acesso aos capítulos da novela anteriormente e garantiu que a morte do rapaz já estava prevista. A colunista Carla Bittencourt, do jornal “Extra”, que leu a sinopse da novela, também corroborou a informação de que o rapaz iria mesmo morrer.

Entretanto, segundo o colunista acredita, a morte de Zelito foi apressada para garantir a movimentação na novela. O corajoso e incomum personagem deve fazer falta em meio a tantos personagens fracos.

Leia também: Cenas de Marquezine e Jesuíta Barbosa levam web à loucura

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X