Advogado tenta encerrar processo de Justin Bieber por pichação no Rio

Defesa do artista pop deve alegar que o crime, cometido em novembro de 2013, já prescreveu

© Reuters / Mario Anzuoni
Fama Justiça 11:54 - 21/04/17 POR Notícias Ao Minuto

O advogado Francisco Angelo Carbone Sobrinho ingressou com um um habeas corpus no Tribunal de Justiça do Rio, em 31 de março, pedindo que o processo contra o artista seja encerrado. As informações são do jornal Extra.

PUB

No pedido, Carbone Sobrinho alega que crime cometido por Bieber, que pichou em novembro de 2013 o muro de um hotel em São Conrado, no Rio de Janeiro, já prescreveu.

O advogado não foi contratado pelo cantor. Ele diz que resolveu entrar com um habeas corpus porque disse que o cantor está sofrendo 'constrangimento ilegal' com a ação.

No documento, Carbone Sobrinho defende que o crime cometido pelo artista prescreve em dois anos, o que já teria ocorrido, e que Bieber era menor de idade à época. O artista, porém, tinha 19 anos quando fez a pichação.

O pedido caso será julgado pela 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio. Bieber fez um show na capital carioca no fim do mês passado e recebeu notificação sobre a reabertura do processo. O Ministério Público propôs que ele pagasse R$ 20 mil e que a ação fosse encerrada.

LEIA TAMBÉM: Avião que fez pouso forçado com Angélica e Huck não podia voar

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X