Ao ler sobre jovens abusadas, Mel Lisboa pede ação da sociedade

A atriz leu trechos do livro "As Meninas da Esquina", que fala de meninas pobres que entram no mundo da prostituição

© Reprodução/ Instagram
Fama Em evento 18:30 - 18/05/17 POR Notícias ao Minuto

A atriz Mel Lisboa, 35, foi a primeira convidada do Fórum Exploração Sexual Infantil, realizado pela Folha de S.Paulo em parceria com o Instituto Liberta, nesta quinta (18), no Unibes Cultural, em São Paulo. 

PUB

Mel leu trechos do livro "As Meninas da Esquina", da jornalista Eliane Trindade, editora do Prêmio Empreendedor Social da Folha de S.Paulo. Em forma de diário, a obra conta as histórias de seis adolescentes que, cercadas de violência e miséria, entram no mundo da prostituição.

"É uma leitura muito difícil e, ao mesmo tempo, muito verdadeira", disse Mel, que já interpretou garotas de programa, todas adultas, na TV e no teatro.

"Não vivi isso (ser explorada na infância) como personagem, mas a gente sabe que existe. É uma questão que a gente tem de trazer à luz para tentar ajudar essas meninas", afirmou.

"O caminho para solucionar o problema, deve passar pela sociedade. Essas crianças são abandonadas pelo Estado, não têm respaldo, direitos. As meninas (do livro) são todas da periferia, provavelmente negras. As pessoas já olham diferente.", acrescentou. Com informações da Folhapress.

Leia também: Walcyr Carrasco elogia cinco protagonistas de Malhação: "Voz feminina"

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X