Ator sai em defesa de Aécio: "Qualquer um comete erros"

O ator, inclusive, fez campanha eleitoral para o senador afastado em 2014

© Divulgação/ TV Globo
Fama Opinião 21:00 - 19/05/17 POR Notícias Ao Minuto

Amigo de longa data de Aécio Neves, a quem prestou apoio declarado durante as eleições presidenciais do ano de 2014, Milton Gonçalves optou por minimizar a crítica política instaurada no país, de acordo com o jornal Extra.

PUB

Para o ator de 83 anos — o artista foi fotografado, algumas vezes, ao lado do político mineiro —, o Brasil não vive um clima de incerteza ou instabilidade.

"Incerteza a gente tem em casa, jogando bola, com dor de dente ou quando um filho não chega em casa. Sou brasileiro, e amo o meu país. Não mexam com o meu país!", ressalta o ator, que se classifica como socialista.

"Quando falam do meu país, só sinto orgulho. Enquanto cidadão, fiz tudo o que poderia fazer em salvação do Brasil. Sobre esse momento atual, não quero falar. Desejo só falar do país como um todo, aquele que eu amo de paixão. Qualquer um comete erros. Às vezes, a pessoa acha que está fazendo uma coisa boa e só depois percebe que não".

Na última campanha eleitoral de Aécio Neves, em 2014, Milton Gonçalves aparecia numa gravação para a TV exaltando o senador afastado. “Meu amigo Aécio, não vou lhe chamar de senador, pois é isso é mais do que claro”, iniciava o ator, no vídeo, explicando que a “relação de carinho e afeto” vinha da amizade cultivada com Tancredo Neves, avô de Aécio.

Leia também: Marcelo Freixo vai processar Danilo Gentili, diz colunista

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X