Meteorologia

  • 21 NOVEMBRO 2017
Tempo
10º
MIN 10º MÁX 10º

Edição

Brunet celebra liberdade após audiência com o ex condenado por agressão

A negociação aconteceu para discutir os termos da separação do casal

Brunet celebra liberdade após audiência com o ex condenado por agressão
Notícias ao Minuto Brasil

11:58 - 13/09/17 por Notícias Ao Minuto

Fama Justiça

Luiza Brunet e Lírio Parisotto voltaram a se encontrar na última segunda-feira (11) para audiência de conciliação. A tentativa de negociação judicial foi considerada um fracasso, sem acordo entre os envolvidos, segundo informações da colunista Monica Bergamo. Na audiência, Luiza e Lírio apenas trocaram cumprimentos educados.

Apesar disso, a ex-modelo usou seu Instagram para mandar uma mensagem positiva, na qual celebrava sua 'liberdade'.

+ Em suposto áudio, Ivete brinca sobre Carnaval: 'Vou colocar Claudia'

"A vida é uma dádiva, comemore sua Liberdade, sua história, alçar voos porque você é livre e merecedor. #liberdade #historia #soulivre #brindeavida", escreveu a atriz.

A audiência aconteceu para discutir os termos da separação do casal, que estava num relacionamento estável há cinco anos, segundo alegação de Brunet. A modelo pede 100 milhões de reais ao bilionário pela separação. Parisotto nega que a relação tenha tido essa duração e seriedade e se recusa a pagar a quantia pedida pela ex. Uma nova audiência deve acontecer em novembro.

A separação do casal foi marcada por uma polêmica agressão, pela qual Lírio foi condenado a 1 ano de prestação de serviços à comunidade, mais dois anos sob vigilância. 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as notícias dos famosos, novelas, BBB e outros reality shows.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de actores, actrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório