Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

'Ela é bem má, mas torço por ela', diz Gi Lancellotti sobre papel

Com a trama já em andamento, a atriz se mostra dividida na hora de especular o futuro de Rochelle

'Ela é bem má, mas torço por ela', diz Gi Lancellotti sobre papel
Notícias ao Minuto Brasil

17:00 - 01/07/18 por Folhapress

Fama segundo sol

Maldosa e narcisista, mas com uma pitada de humor. É com esses ingredientes que Rochelle, vivida por Giovanna Lancellotti, 25, desperta amor e ódio entre o público de "Segundo Sol" (Globo). Na avaliação da atriz, as pessoas se identificam com a mimada. "É uma personagem atual, real. Faz as pessoas lembrarem de alguém", afirma. 

Passado um mês desde o início da segunda fase da novela das nove, a blogueira de moda de caráter duvidoso acumula discussões, humilhações e armações. Mas diverte com o alto-astral e o sarcasmo que usa para lidar com as falcatruas da família e com a possibilidade de perder a fortuna que ama tanto. 

"Eu estou amando fazer esse personagem, a Rochelle é um presentaço. Ela é maldosa, tem os absurdos dela, mas também é divertida, alto-astral. Ela se acha a mais bonita de todas, a mais interessante, é maravilhoso um personagem tão egocêntrico", afirmou a atriz na última quinta (21) no lançamento de uma flagship store (unidade-modelo) da Calvin Klein em São Paulo.

+ Biel surpreende em foto com 20 kg a menos: 'Situação que nunca vi'

Nascida em Ribeirão Preto, no interior paulista, Lancellotti já havia contado à reportagem sobre sua preparação para viver Rochelle, que incluiu, além do interesse por moda, a adoção do sotaque baiano. A pernambucana Camila Coutinho foi uma de suas inspirações, por abordar o assunto e pelo sotaque fora do "eixo paulista e carioca". 

Com a trama já em andamento, a atriz se mostra dividida na hora de especular o futuro da personagem e diz que, apesar de torcer pela redenção da mimada herdeira da família Athaíde, o público deve pensar diferente. "Acho que ela é bem má. Ela é má por ser má, não tem um motivo. Eu torço pra ela se redimir e, quem sabe, ter um final feliz, mas acho que o público não vai torcer pra isso", afirma. 

A TODO VAPOR

Além da personagem em "Segundo Sol", Lacellotti tem cinco filmes para serem lançados ainda neste ano. O primeiro deles, "Tudo Por um Popstar", que é baseado no livro de Thalita Rebouças, deve chegar aos cinemas já no próximo mês. No elenco estarão também Mel Maia, Klara Castanho e Maisa Silva. 

"É um filme jovem, em que eu faço uma prima da Maisa Maluquete. Ela é super alto-astral, riponga, que medita e faz mantras e que vai ajudar as meninas a conhecer a banda que elas gostam", adianta Lancellotti. 

Outros quatro filmes, já rodados no ano passado, também serão lançados no segundo semestre de 2018. "Esse ano, graças a Deus está tudo amarradinho, certinho. Mas o pós-novela eu ainda não sei. A gente está nessa correria de gravação e é uma novela que tem tomado muito da nossa energia, então a partir de setembro, outubro, eu começo a pensar nisso. Por enquanto, eu estou tranquila". Com informações da Folhapress.  

Receba as notícias dos famosos, novelas, BBB e outros reality shows.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de actores, actrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório