Meteorologia

  • 21 FEVEREIRO 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Daniela Mercury processa deputado que a chamou de escrava de satanás

Pastor Sargento Isidório criticou a cantora por supostamente zombar da religião alheia

Daniela Mercury processa deputado que a chamou de escrava de satanás
Notícias ao Minuto Brasil

20:06 - 22/01/19 por Folhapress

Fama Justiça

"O amor de Julieta e Romeu, o amor de Julieta e Romeu", cantarolou o deputado federal eleito Pastor Sargento Isidório (Avante-BA) em um vídeo publicado em suas redes sociais em julho do ano passado. A música foi só um pretexto para chegar ao alvo: a cantora Daniela Mercury.

Em três minutos e oito segundos de discurso, a cantora é chamada de endemoniada e escrava de satanás, é apontada como portadora de problemas psiquiátricos e organizadora de um "sindicato da viadagem".

+ Luisa Marilac perdoa Nego do Borel e pede fim de 'linchamento'

"Em respeito aos seus fãs e ao povo da Bahia, eu não vou dizer que escrota é você, não vou chamar sua mãe de puta como você xingou todas as mães, não vou chamar você de rato, porque eu ainda acredito você vai ser iluminada", afirmou o deputado, em um dos trechos mais leves do discurso.

O vídeo motivou uma queixa-crime por injúria movida pela cantora contra o deputado na Justiça da Bahia. Uma audiência de conciliação seria realizada na manhã desta terça-feira (22) em Salvador.

O deputado, contudo, não compareceu à audiência por orientação de sua defesa. Ele afirma que não foi oficialmente notificado pela Justiça.

O motivo de tamanha ira do deputado foi um discurso feito por Daniela Mercury no Festival de Inverno de Garanhuns, em Pernambuco, em junho de 2018. A cantora assumiu sua homossexualidade há seis anos e desde então é ativista da causa LGBT.

Em seu show em Garanhuns, a cantora se posicionou contra a retirada da montagem "O Evangelho segundo Jesus, Rainha do Céu", da grade teatral do festival. Na peça, Jesus é representado pela atriz transexual Renata Carvalho.

"Ela [Renata] é Jesus Cristo, sim. Eu estou aqui. Eu sou gay. Eu sou lésbica e daí?", afirmou a cantora durante o show. Na sequência, ela cantou Tempo Perdido, música de Renato Russo e emendou: "Meu amigo Renato Russo era gay, muito bicha, muito veado sim".

Versões editadas do vídeo foram compartilhadas em redes sociais com um discurso no qual ela afirmaria que "Jesus é gay, muito bicha" - frase nunca dita pela cantora.

Procurado pela reportagem, o deputado Pastor Sargento Isidório criticou a cantora por supostamente zombar da religião alheia, mas afirmou que, "em tempo de calma", ele não faria as afirmações que fez no vídeo.

"Eu gosto de Daniela, não concordo com ela, mas acho que ninguém tem o direito de afirmar que Jesus é gay", disse o deputado.

Informado de que a cantora em nenhum momento disse esta frase, o deputado contemporizou e disse que pode ter sido vítima de uma notícia falsa.

"Se ela não falou, é essa desgraça de fake news mesmo, né? Aí tem que punir esses que espalham. Se eu fui enganado, vou pedir perdão e pagar o preço", afirmou.

Eleito deputado federal mais votado da Bahia em 2018 com 323 mil votos, Pastor Sargento Isidório é deputado estadual desde 2003 e tem uma carreira política cercada de polêmicas.

Ele foi um dos líderes da greve da Polícia Militar da Bahia em 2002 e ganhou notoriedade ao comandar uma entidade para tratamento de dependentes químicos. Eleito deputado estadual, ficou conhecido pelo estilo folclórico - fazia discursos segurando uma bíblia e uma réplica de um botijão de gás feita, numa crítica ao aumento de preço do combustível.

Em 2005, ganhou repercussão um discurso no na criticando o exame de toque para prevenção do câncer de próstata, citando sua própria experiência: "Eu vi estrelas", disse, na época.

Há dois anos, chegou a ter a sua cassação pedida por um grupo de deputadas por quebra de decoro parlamentar. Em um vídeo comemorativo, o deputado aparecia ao lado da mãe, uma idosa, e tocava as partes íntimas dela, agradecendo por ela "não ser sapatão".

Em nota divulgada nesta terça-feira, Daniela Mercury lamentou o fato de o deputado não ter comparecido à audiência.

"A ausência deste senhor me ofende mais uma vez. Continuo na expectativa que a justiça aja e que ele seja obrigado a reparar o dano que causou a mim e a minha família", afirmou. Com informações da Folhapress.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as notícias dos famosos, novelas, BBB e outros reality shows.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de actores, actrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório