Meteorologia

  • 23 OUTUBRO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Coronel diz que oficial negociou propina com ex-comandante da PM do Rio

José Luís Castro teria acertado recebimento de propina do jogo do bicho e da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro

Coronel diz que oficial negociou propina com ex-comandante da PM do Rio
Notícias ao Minuto Brasil

06:30 - 22/12/15 por Notícias Ao Minuto

Justiça Delação Premiada

O coronel Décio Almeida da Silva, ex-gestor do Fundo de Saúde da PM (Fuspom) e um dos 11 oficiais da corporação denunciados na operação Carcinoma, relatou, em seu acordo de delação premiada com o Ministério Público estadual, uma conversa que envolve num esquema de propina os coronéis Ricardo Pacheco, ex-chefe do Estado-Maior da PM e preso na operação, e José Luís Castro, que comandou a Polícia Militar entre agosto de 2013 e novembro de 2014.

O diálogo descrito pelo coronel Décio fala no recebimento de propinas, sem revelar valores, do jogo do bicho e da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor).

O MP pediu que o ex-comandante da corporação seja investigado sobre as denúncias. O coronel Luís Castro afirmou que só vai se pronunciar sobre os fatos envolvendo as denúncias de fraude no Fuspom “no final”.

Procurada, a Fetranspor informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que prefere tomar conhecimento da denúncia para só então se pronunciar sobre o fato.

Campo obrigatório