Meteorologia

  • 24 SETEMBRO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Morador de rua que estava embaixo de caminhão morre atropelado em São Paulo

Para se proteger do frio, o homem dormia embaixo do caminhão

Morador de rua que estava embaixo de caminhão morre atropelado em São Paulo
Notícias ao Minuto Brasil

17:23 - 05/08/21 por Folhapress

Justiça Óbito

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um homem em situação de rua morreu atropelado, quando dormia sob um caminhão, por volta das 4h50 desta quinta-feira (5), na região a Vila Sabrina (zona norte da capital paulista). A vítima, que estava sem documentos, não havia sido identificada até a publicação desta reportagem.

Segundo os bombeiros, supostamente para se proteger do frio, o homem dormia embaixo do caminhão, estacionado na rua Alonso Peres, não percebendo quando o veículo foi ligado, sendo atropelado em seguida. A morte dele foi confirmada ainda no local por uma unidade de resgate da corporação.

O local do atropelamento foi preservado para perícia até por volta das 10h30, quando o corpo da vítima foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal).

Segundo a polícia, o motorista do caminhão foi indiciado por homicídio culposo (sem intenção de matar), sendo liberado para responder ao caso em liberdade.

A ocorrência foi registrada no 73º DP (Jaçanã), mas será investigada pelo 90º DP (Parque Novo Mundo).

De acordo com levantamento do Movimento Estadual da População em Situação de Rua, desde o fim de junho, ao menos 17 pessoas que vivem nas ruas da cidade morreram nas noites frias da cidade.

Além disso, no último dia 31, um homem em situação de rua foi encontrado morto, às 7h10, na República (região central). Com identidade desconhecida, ele apresentava um hematoma no rosto, segundo a GCM (Guarda Civil Metropolitana).

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública disse à época que os agentes faziam um patrulhamento, na rua Dom José de Barros, quando foram informados por pedestres sobre um morador de rua que estava imóvel e possivelmente morto. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado e confirmou a morte.

A Prefeitura de São Paulo, gestão Ricardo Nunes (MDB), por meio da Secretaria da Assistência de Desenvolvimento Social, afirmou ter realizado, entre 30 de abril e segunda-feira (2), 1.188.481 acolhimentos de pessoas em situação de rua, por causa das baixas temperaturas na cidade, além de doar no período 40.369 cobertores.

A rede de estações meteorológicas do CGE (Centro de Gerenciamento de Emergência Climáticas), da Prefeitura de São Paulo, registrou temperatura média de 12ºC entre o fim da madrugada e início da manhã desta terça.

Campo obrigatório