Policial civil é confundido com ladrão e morre em São Paulo

No momento, estava acontecendo um suposto tiroteio e uma mulher havia sido baleada. Um bombeiro à paisana foi atrás do suspeito e disparou o policial

© Reprodução/TV Globo
Justiça engano 08:27 - 30/11/16 POR Notícias Ao Minuto

Após ser confundido com um ladrão, na Vila Formosa, Zona Leste de São Paulo, um policial civil foi baleado por um bombeiro, na tarde da última terça-feira (29). No momento, estava acontecendo um suposto tiroteio e uma mulher havia sido baleada. Um bombeiro à paisana foi atrás do suspeito e disparou contra Eugênio Fernandes Gonçalves, de 49 anos, que tentou correr depois de ser baleado, mas caiu na calçada (foto). Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

PUB

Segundo o G1, o crime ocorreu por volta das 16h. Um colega da vítima, que preferiu não se identificar, diz que o parceiro morreu ao ser confundido com um ladrão. Ele alega que foi chamado por alguém dizendo que o meu parceiro, possível ladrão para ele, havia disparado contra uma mulher. Ele passou a perseguir o meu parceiro e, na rua, sem nenhum tipo de cuidado, ele efetuou diversos disparos matando um policial civil”, relatou.

O responsável pelos disparos, o bombeiro Reinaldo Renato da Silva, prestou depoimento na delegacia durante toda a madrugada. O advogado do policial alegou legítima defesa. A assessoria de imprensa disse que todo bombeiro pode andar armado, já que é um militar. A Secretaria da Segurança Pública disse que está apurando o caso.

LEIA TAMBÉM: Policiais suspeitos de matarem menino de 10 anos podem ficar impunes

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X