Meteorologia

  • 13 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Marido muda versão sobre morte de advogada que caiu de prédio no PR

Nessa quinta-feira (9), Luis Felipe passou por uma avaliação psicológica e disse que acha que a mulher se jogou pela sacada, mas que não se lembra do que ocorreu

Marido muda versão sobre morte de advogada que caiu de prédio no PR
Notícias ao Minuto Brasil

05:59 - 11/08/18 por Notícias Ao Minuto

Justiça feminicídio

Luis Felipe Manvailer, acusado de ter assassinado a mulher, a advogada Tatiane Spitzner, no dia 22 de julho, disse que não se lembra do que aconteceu no dia do crime. A vítima teria sido jogada por ele da sacada do 4º andar do prédio onde o casal morava, em Guarapuava (PR). O réu está preso na Penitenciária Industrial da mesma cidade em que teria cometido o assassinato.

Nessa quinta-feira (9), relatou reportagem do Jornal Nacional, Luis Felipe passou por uma avaliação psicológica e mudou a versão sobre o que teria acontecido na noite em que Tatiane morreu. Ele disse que acha que a mulher se jogou pela sacada, mas que não se lembra do que ocorreu.

+ Pai de advogada morta no PR será assistente de acusação

O acusado também acrescentou na avaliação que bebeu no dia da morte da esposa, mas não explicou o motivo de ter limpado as manchas de sangue deixadas no elevador e nem por que fugiu em direção ao Paraguai.

O réu já havia dito duas vezes que se lembrava de ter visto a mulher se jogado da sacada. “A imagem da minha esposa pulando a sacada não sai da minha cabeça. Ainda fica martelando a mesma imagem, porque eu sou inocente. Eu a amo muito”, disse Manvailer, em audiência de custódia.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório