Meteorologia

  • 18 NOVEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Polícia suspeita que professor morto na Barra tenha sido executado

Dois homens efetuaram os disparos contra a vítima, que morreu no local

Polícia suspeita que professor morto na Barra tenha sido executado
Notícias ao Minuto Brasil

10:30 - 15/08/18 por Notícias Ao Minuto

Justiça investigação

O professor Paulo Serra de Souza, de 60 anos, foi morto a tiros na frente da família na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio, na noite deste terça-feira (14). A principal linha de investigação aponta para execução, embora os policiais não descartem tentativa de assalto.

De acordo com o jornal 'O Dia', os investigadores já sabem que dois homens efetuaram os disparos contra o professor. A vítima estava com a mulher, a filha e a neta dentro do carro no momento do assassinato.

+ Adolescente achada amordaçada foi assassinada pela ex do namorado

A Polícia informou que um dos criminosos deu o primeiro tiro, que destruiu o vidro do banco traseiro e acertou o motorista. Depois, os suspeitos pararam a moto mais para frente e o garupa efetivou um segundo disparo no professor.

Notícias ao Minuto(Reprodução / TV Globo)

Paulo era professor da Fundação Cesgranrio e morador do Cachambi, na Zona Norte. O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas ele acabou morrendo no local.

+ Vídeo mostra aluna sendo espancada em sala de aula de escola no RJ

De acordo com a Agência Brasil, Policiais militares do 31º Batalhão da PM (Recreio dos Bandeirantes) fecharam duas das quatro pistas da via por quase três horas para a realização de perícia. O corpo de Paulo Serra de Souza foi encaminhado para o Instituto Médico Legal e o crime está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da Capital. 

Participe: Campanha do Notícias ao Minuto dá iPhone X de R$ 7.799

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório