Meteorologia

  • 17 NOVEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Filha do Nem planeja retomar Rocinha com apoio de facção criminosa

De acordo com as investigações, Duda procurou o apoio da maior e mais violenta facção criminosa do país e planejava retomar a Rocinha

Filha do Nem planeja retomar Rocinha com apoio de facção criminosa
Notícias ao Minuto Brasil

19:11 - 19/10/18 por Notícias Ao Minuto

Justiça rio de janeiro

A polícia descobriu que Eduarda dos Santos Lopes, a Duda, de 19 anos, filha do antigo chefe da Rocinha, Antônio Bonfim Lopes, o Nem, estaria à frente de um plano de invasão à favela da Rocinha, na Zona Sul do Rio de Janeiro. O esquema foi interceptado por policiais da Delegacia de Combate às Drogas (Decod). Segundo as investigações, Duda pretende retomar o território perdido pelo pai com o apoio de uma facção criminosa de São Paulo.

A reportagem do G1 revela que o plano seria colocado em prática por uma quadrilha equipada com arsenal de guerra e com, pelo menos, 80 criminosos.

PF investiga envolvimento de esfaqueador de Bolsonaro com PCC

A polícia teve acesso aos vídeos do encontro do bando, em São Paulo. Segundo os investigadores, Duda é quem dá as ordens ao grupo.

Nem está preso há sete anos e, em setembro do ano passado, perdeu o controle da favela para um ex-braço direito, o traficante Rogério 157, que comandou uma invasão à comunidade. A disputa pelos pontos de venda de drogas deixou mais de 30 mortos.

Mesmo preso em um presídio de segurança máxima de Porto Velho, Nem continua controlando ações criminosas. Desde que a esposa dele, Danúbia Rangel, foi presa no ano passado, a filha Duda passou a assumir as tarefas do pai.

De acordo com as investigações, Duda procurou o apoio da maior e mais violenta facção criminosa do país e planejava retomar a Rocinha. A polícia refere que o conteúdo dos vídeos “demonstra, de forma inequívoca, a intenção do traficante Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem, em retomar o mais breve possível o controle sobre o território perdido”.

A DCOD informou que os traficantes da facção paulista flagrados no vídeo foram identificados pela polícia e um deles já está preso. Eles devem responder pelos crimes de Tráfico de Drogas e Associação para Fins de Tráfico de Drogas, majorado pelo emprego de armas de fogo, Organização Criminosa e Comércio Ilegal de Armas e Munições.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório