Meteorologia

  • 16 OUTUBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Seguranças da CPTM agridem equipe da Globo e tiram equipamentos

A jornalista Cinthia Toledo tentou explicar que havia pagado pela passagem e entrado normalmente pelas catracas, mas foi interrompida

Seguranças da CPTM agridem equipe da Globo e tiram equipamentos
Notícias ao Minuto Brasil

17:21 - 06/11/18 por Folhapress

Justiça Confusão

Seguranças da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) agrediram, ameaçaram e tiraram equipamentos da equipe da TV Globo na manhã desta terça-feira (6) na estação Perus, na zona norte de São Paulo. Os repórteres tentavam capturar imagens e relatar as falhas em trens das linhas 7-rubi e 11-coral, que prejudicaram passageiros no horário de pico no início do dia.

A CPTM é uma companhia ligada ao governo do estado, sob a gestão de Márcio França (PSB), derrotado em sua tentativa de reeleição no mês passado.

Quando os repórteres gravavam entrevistas com passageiros, três seguranças e um chefe de segurança (que não tiveram os nomes divulgados pela companhia de trens) se aproximaram e disseram que a entrada da equipe não estava autorizada.

+ PMs de SP são treinados para usar armas de guerra em ação contra o PCC

A jornalista Cinthia Toledo tentou explicar que havia pagado pela passagem e entrado normalmente pelas catracas, mas foi interrompida pelo responsável na estação. "Tem que chamar os seguranças porque vocês têm que sair fora daqui", afirmou ele.

A equipe também foi ameaçada. "Você está forçando já... nós vamos quebrar esse equipamento aí", disse o chefe da segurança. Um dos seguranças empurrou o repórter-cinematográfico da emissora, e os demais tomaram da mão da jornalista o celular usado para a apuração da reportagem. "Vocês têm autorização de quem, moça, para estar filmando?", perguntou o chefe da segurança, que interrompeu as filmagens colocando a mão na frente da câmera.

Segundo a TV Globo, o celular só foi devolvido depois que a assessoria de imprensa da CPTM entrou em contato com os responsáveis pela estação Perus. A companhia de trens afirmou à reportagem que o caso está sendo apurado e que os funcionários envolvidos já foram afastados.

Segundo o gerente de relacionamento da companhia, Sérgio de Carvalho, disse à emissora, "não há nenhuma orientação da CPTM para restringir o acesso não só da Rede Globo, mas de qualquer outro veículo que queira fazer uma matéria dentro da CPTM".

A operação nas linhas 7-rubi e 11-coral foi normalizada no meio da manhã desta terça-feira. Com informações da Folhapress. 

Campo obrigatório