Meteorologia

  • 23 ABRIL 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Bandidos invadem posto de saúde e fazem 16 funcionários reféns na Bahia

Os funcionários ficaram em poder dos bandidos por cerca de 3 horas

Bandidos invadem posto de saúde e fazem 16 funcionários reféns na Bahia
Notícias ao Minuto Brasil

21:50 - 10/12/18 por Notícias Ao Minuto

Justiça Salvador

Um grupo de bandidos invadiu um posto de saúde no bairro de Santa Cruz, em Salvador e fez os 16 funcionários da instituição de reféns na tarde desta segunda-feira(10), segundo informou a BandNewsFM através do Twitter.

Os quatro suspeitos que estavam mantendo os reféns se renderam por volta das 19h20, após negociação com a polícia. Os funcionários ficaram em poder dos bandidos por cerca de 3 horas.

Quatro armas foram apreendidas com os suspeitos.

O coronel Humberto Sturaro, comandante da Unidade de Policiamento Especial da PM, o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) foi quem negociou a liberação dos reféns.

De acordo com o G1, os suspeitos exigiram que familiares deles e a imprensa fossem para o local para acompanhar a negociação. Três deles estavam mantendo 15 reféns, enquanto o quarto suspeito estava em outra área do posto de saúde com mais uma refém. 

Durante o confronto, relatou a SSP, três suspeitos foram baleados e morreram. Eles fariam parte de uma quadrilha de tráfico de drogas que atua na região.

Populares ouvidos pelo G1 contestam a versão da polícia e afirmam que os PMs já chegaram no bairro atirando.

Um policial militar também foi atingido na mão e levado ao Hospital Geral do Estado (HGE). Ele não corre risco de vida.

Após se entregarem, os suspeitos foram levados pela PM para a Central de Fralgantes da Polícia Civil, onde o caso será registrado. Eles devem responder por cárcere privado, porte de arma e tráfico de drogas.

Leia Também: Investigadores do Rio descobrem quem matou Marielle, diz colunista

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório