Meteorologia

  • 19 SETEMBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Ex-interventor sobre Marielle: 'Gostaria de ter entregue o caso'

Assassinato ocorrido há quase dez meses continua sem respostas

Ex-interventor sobre Marielle: 'Gostaria de ter entregue o caso'
Notícias ao Minuto Brasil

18:38 - 11/01/19 por Notícias Ao Minuto

Justiça Assassinato

O ex-interventor federal na segurança pública do Rio, general Walter Braga Netto, disse nesta sexta-feira (11) que só não anunciou o possível suspeito do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) pois não buscava o "protagonismo" da investigação. O crime ocorrido em março do ano passado continua sem solução.

"Nós fizemos todo um trabalho. Não procuramos um protagonismo. Eu poderia ter anunciado quem a gente acha que foi, ou dito ao (general) Richard (Nunes, secretário de Segurança Pública durante a intervenção, para que o fizesse), mas quisemos fazer um trabalho realmente profissional", afirmou Netto.

O general disse ainda que se as equipes encarregadas do caso continuarem à frente das investigações, o resultado chegará "em breve". De acordo com o jornal 'O Globo', o novo chefe de investigações de homicídios disse que a investigação está adiantada. "É lógico que eu gostaria de ter entregue o caso", afirmou o general.

Leia também: João de Deus passa mal novamente na prisão e é medicado

+ Departamento de Homicídios do RJ terá foco em investigações paradas

Campo obrigatório