Meteorologia

  • 16 JULHO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Caso Marielle: um dos suspeitos mora no mesmo condomínio de Bolsonaro

Ele foi preso no condomínio de Vivendas da Barra, na Avenida Lúcio Costa, 3.100

Caso Marielle: um dos suspeitos mora no mesmo condomínio de Bolsonaro
Notícias ao Minuto Brasil

07:47 - 12/03/19 por Notícias Ao Minuto

Justiça Barra da Tijuca

A Polícia Civil do Rio prendeu, na manhã desta sexta-feira (12), dois policiais militares suspeitos de participarem do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL).

Um deles é o sargento reformado da Polícia Militar Ronnie Lessa, de 48 anos. Ele foi preso no condomínio de Vivendas da Barra, na Avenida Lúcio Costa, 3.100, o mesmo do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), de acordo com informações de O Globo.

Não há, no entanto, nenhuma ligação, a não ser o fato de serem vizinhos.

Além de Lessa, também foi preso o policial militar reformado Élcio Vieira de Queiroz, de 36 anos, que estaria dirigindo o veículo no momento em que os tiros foram disparados.

Marielle e seu motorista, Anderson Gomes, foram mortos no dia 14 de março de 2018, no Centro da capital fluminense.

Leia também:

'A mando de quem?', cobra Freixo após prisões no caso Marielle

Militares são presos por suspeita de executar Marielle Franco

Campo obrigatório