Meteorologia

  • 04 MARçO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Vacinas. Estudo afirma que priorizar grupos de risco é insuficiente

De acordo com o estudo, realizado nos EUA, para diminuir as mortes por Covid-19 é necessário vacinar muitas pessoas e não descuidar das medidas de isolamento, utilização de máscaras e restrições à mobilidade

Vacinas. Estudo afirma que priorizar grupos de risco é insuficiente
Notícias ao Minuto Brasil

07:59 - 21/01/21 por NMBR

Lifestyle Covid-19

Num artigo publicado no começo da semana na revista Advanced Theory and Simulations, uma equipe de pesquisadores da Universidade de Nova York, nos Estados Unidos, afirma que priorizar a vacinação de indivíduos de alto risco para desenvolver formas graves da doença não tem um efeito significativo no número de mortes causadas pelo SARS-CoV-2.

Para chegar a esta conclusão, os cientistas desenvolveram uma plataforma de simulação capaz de criar modelos preditivos da Covid-19. Segundo a revista Galileu, o sistema é baseado nos dados referentes à cidade de New Rochelle, uma das primeiras a sofrer com a pandemia no país, e considera as características e as tendências de comportamento humano ou padrões de mobilidade locais.

De acordo com o estudo, para obter melhorias significativas no índice de mortalidade da doença, uma fração muito maior da população da cidade deve ser vacinada.

A acrescentar, os cientistas observaram a importância que as medidas restritivas tiveram durante a primeira onda. A simulação mostrou que, quando impostas, a eficácia do isolamento social e outras medidas supera a dos cenários em que há vacinação seletiva. Por essa razão, os pesquisadores salientam que, mesmo com uma vacina disponível, o distanciamento, as máscaras e as restrições de mobilidade ainda serão ferramentas essenciais para combater a pandemia.

Leia Também: Vacina da Johnson & Johnson é segura e produz resposta imune, aponta estudo

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório