Nova técnica promete evitar queda de cabelo em pacientes com câncer

A queda de cabelo, reflexo comum do tratamento quimioterápico, provoca significativos impactos na autoestima dos pacientes, sobretudo, entre as mulheres

© iStock
Lifestyle QUIMIOTERAPIA 00:39 - 20/10/16 POR Notícias Ao Minuto

Um método trazido ao Brasil pelo oncologista do Hospital São José, da Beneficência Portuguesa de São Paulo, Dr. Antonio Buzaid, em 2006 tem favorecido os pacientes, prevenindo a queda capilar induzida pelo tratamento quimioterápico, melhorando a autoestima e a reação ao tratamento contra o câncer. Trata-se do uso de uma touca hipotérmica que resfria o couro cabeludo do paciente antes e durante a aplicação do medicamento quimioterápico. O resfriamento diminui a circulação sanguínea no couro cabeludo e restringe a passagem da medicação no local, reduzindo, assim, a possibilidade de queda capilar.

PUB

"Trinta minutos antes de receber a quimioterapia o paciente já coloca a touca, a fim de induzir a vasoconstrição uma vez que a touca encontra-se na temperatura entre - 28°C e - 22°C. A touca é trocada a cada 30 minutos até o final da aplicação da medicação", destaca o Dr. Buzaid.

Os pacientes são monitorados individualmente durante todo o processo. O enfermeiro acompanha cada um dos pacientes atendidos, realiza a troca da touca a cada 30 minutos, fornece orientações de como deve ser a higienização e os cuidados com os cabelos durante o tratamento oncológico.

Resultados da touca hipotérmica

Após meses de pesquisa conduzida pela equipe de Enfermagem do Hospital São José, da Beneficência Portuguesa de São Paulo, sobre o uso da touca hipotérmica durante o tratamento quimioterápico, constatou-se que dos pacientes submetidos a sessões de quimioterapia, 66% deles apresentaram alopecia de grau 1, quando a queda de cabelos é mínima e, muitas vezes, imperceptível.

De acordo com a enfermeira chefe, Ana Claudia Oliveira, cuidados simples também podem ajudar a reduzir a queda capilar durante o tratamento. "Orientamos o paciente a não lavar os cabelos por sete dias após o uso da touca hipotérmica, usar shampoo adequado, não usar secadores, pranchas ou chapinhas, tinturas e alisamentos. Além disso, o paciente em quimioterapia deve secar os cabelos com movimentos leves ao longo dos fios evitando fricção, pentear os cabelos com pentes largos e evitar prendê-los" explica a especialista.

Leia também: Diagnóstico do câncer de mama: tire 5 dúvidas

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X