Tatuagem de henna pode causar alergia quando não é usado material puro

A henna pura é obtida da planta Lawsonia inermis

© iStock
Lifestyle DESENHO CORPORAL 12:29 - 29/11/16 POR Notícias Ao Minuto

Muitas pessoas gostam de tatuagens mas tem medo ou receio, tanto da dor quanto da possibilidade de se arrependerem mais tarde. Por isso, a tatuagem de henna é uma excelente opção, uma vez que sair após algum tempo de aplicação.

PUB

Contudo, como todo procedimento estético, é preciso tomar algumas precauções. A tatuagem de henna pode causar alergias, inchaço, irritação e vermelhidão na pele, e o incômodo pode durar vários dias e até meses. A alergia pode acontecer quando não é usado material puro na aplicação, segundo o UOL.

A henna pura é obtida da planta Lawsonia inermis, que é misturada com a água e ingredientes naturais, como limão e óleos essenciais. A pasta obtida, de cor vermelha amarronzada (nunca preta), colore a região e pode permanecer na pele por alguns dias ou até três semanas. Contudo, as hennas que recebem pigmentos artificiais, como tintura para cabelo, para ficar com tons pretos ou para durar mais, podem fazer com que a pele desenvolva alergias. É o tipo mais comum de henna falsa, usada não apenas em tatuagens, mas também para preencher sobrancelhas.

A tatuadora carioca Rosana Araújo, lembra que, em 11 anos de trabalho, só presenciou dois casos leves de alergia ao material puro. O UOL alerta que a Anvisa somente autoriza o uso parafenilenodiamina (ou PPD) em tinturas, não em tatuagens. Em alguns casos, o tratamento para curar a alergia tem que ser feito com corticoide, revela o dermatologista e alergista Mario Cezar Pires, de São Paulo.

Para se certificar que a henna aplicada não está adulterada, uma das dicas é reparar na cor: se for preta, tem certamente algum corante artificial. Outra dica é procurar profissionais confiáveis para fazer o desenho.

Leia também: Projeto Verão 2016: Ainda dá tempo?

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X