Meteorologia

  • 21 SETEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Peixes podem prevenir diabetes, obesidade e doença de Crohn, diz estudo

Precisava de mais motivos para comer salmão, cavala, atum, truta ou sardinhas?

Peixes podem prevenir diabetes, obesidade e doença de Crohn, diz estudo
Notícias ao Minuto Brasil

13:02 - 17/09/17 por Notícias Ao Minuto

Lifestyle NUTRIÇÃO

O ômega 3 que os peixes gordos contêm aumenta a diversidade de bactérias boas no intestino, o que contribui para a saúde, segundo destaca um novo estudo realizado por pesquisadores da Universidade Nottingham e do King’s College de Londres.

Há anos que os cientistas e médicos consideravam que os peixes gordos contribuiam para um microbioma benéfico para a saúde, agora o maior estudo até à data, confirma essas suspeitas.

+ Você sabia que existe colesterol do bem? Conheça o HDL

Depois de analisarem os microbiomas intestinais de 876 mulheres e de testarem a diversidade e abundância das chamadas bactérias ‘boas’ em comparação com o seu consumo de ácidos graxos ômega 3 (medidos em questionários sobre a alimentação) e com os nutrientes que continham no sangue, os cientistas descobriram que as participantes que consumiam mais ômega 3 tinham mais nutrientes no sangue e um microbioma mais diversificado.

Como destaca o Daily Mail, há muito tempo se relaciona os microbiomas diversificados com o menor risco de diabetes, obesidade e doenças inflamatórias do intestino, como a colite ou a doença de Crohn.

No estudo publicado na revista Scientific Reports os pesquisadores fizeram questão de destacar que os efeitos do ômega 3 nos nutrientes no sangue e no microbioma só surgiam quando os participantes faziam dietas que também eram ricas em fibra e probióticos.

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório